Brasil, 24 de Novembro de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Entre o parto normal e a cesárea

  • Escrito por  Chico Damaso
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Saúde
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Entre o parto normal e a cesárea

Decidir entre parto normal e cesariana é uma das questões mais relevantes durante a gravidez. Dados do Ministério da Saúde de 2016 apontam que 55% dos procedimentos realizados no país são cesáreas, número que cresceu 40% em 15 anos. Os especialistas apontam algumas razões para esse aumento: medo da dor, falta de informação para a gestante, carência de leitos e de profissionais nos hospitais e maternidades e baixa remuneração dos médicos.

O tocoginecologista Carlos Alberto Politano, coordenador dos Representantes Credenciados da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP), ressalta que é essencial a participação ativa da parturiente no pré-natal, no parto e no pós-parto. “A preferência da cesariana se deve a uma conjuntura de fatores que se interpõe durante o período gestacional desde medo pelo desconhecido, passando por experiências desagradáveis de parentes e culminando com a influência do meio social em que vive”, analisa o médico.

Segundo Politano, o importante é pensar no bem estar da mãe e do bebê. “Nesse momento, mais do que nunca, com todo avanço da tecnologia na área médica, não podemos pensar em prós e contras quando a nossa preocupação é o binômio materno-fetal. É inaceitável uma complicação por uma cesariana inadequadamente indicada, assim como um parto extremamente demorado e nascimento de uma criança com sequelas futuras. Precisamos urgentemente derrubar esse muro em que de um lado estão os médicos que acham que a cesariana é sempre a melhor via de parto e do outro os colegas que vão ao extremo para fazer um parto via vaginal”, afirma.

Para as mulheres que precisam escolher o tipo de parto, o tocoginecologista faz uma advertência quanto ao que pode ajudar na hora do nascimento do bebê. “É muito simples: pré-natal realizado de forma adequada responde a todas as perguntas. Quando a mulher chega ao consultório com um teste positivo de gravidez, ela tem uma quantidade imensa de dúvidas. Nesse momento, começa a se definir a via de parto. O acolhimento a essa paciente é a chave de tudo, ali se inicia uma empatia entre médico e gestante, que tem de sair dessa consulta com suas dúvidas dirimidas e confiante de que a escolha do médico que vai acompanhar a gestação, parto e puerpério foi a correta”, acrescenta.

O ideal, para Politano, é a mulher perguntar ao médico que a está atendendo se ele faz parto normal ou só cesariana. “É preciso discutir todas as possibilidades de ambos de forma clara, de tal modo que a decisão, que é sempre direito da paciente, se superponha ao ideal para aquela gestação. Importante nesse momento é informar que intercorrências gestacionais podem definir a via de parto para a segurança de ambos”, informa.

“Não existe mais espaço na obstetrícia moderna para, durante o trabalho de parto, a mulher ficar deitada sem se movimentar. Ela naturalmente se adequa a posições mais confortáveis. É interessante mudar a posição, caminhar, se exercitar durante o trabalho de parto. Na hora do nascimento, a posição vertical pode ser escolhida pela mulher, de tal forma que se sinta mais confortável e com facilidade para em empurrar o bebê”, finaliza Carlos Alberto Politano.

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::