Brasil, 23 de Junho de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Obstetra e Psicóloga indicam Pré-Natal humanizado para favorecer a maturidade emocional da mãe e o desenvolvimento psíquico do bebê

  • Escrito por  Luiza Teles
  • Publicado em Saúde
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

Os fatores psicológicos e emocionais da gestante estão entre os mais importantes durante a gravidez. O alerta é do ginecologista, obstetra e idealizador do projeto “Parto sem Medo”, Dr. Alberto Guimarães. “A mulher precisa estar segura, confiante, equilibrada e com total domínio de seu corpo e dos seus desejos. Para que uma gravidez ocorra de forma satisfatória, além da saúde física da mãe e do bebê, a grávida precisa estar com a cabeça boa”, ressalta o médico.

Para que a gestação não traga prejuízos psicológicos e emocionais à mulher o ideal é que ela seja acolhida em um Pré-Natal Humanizado, método no qual confere à mulher, autonomia sobre o processo da gravidez e do parto e que é capaz de garantir todos os seus direitos, além de liberdade sobre seus sentimentos e vontades no decorrer dos nove meses.

“Durante a gestação e no momento do parto, a gestante deve ser a protagonista. Uma palavra ou um tom de voz mais elevado, no momento errado, pode estressar e tornar a mulher ainda mais sensível, o que não é adequado para esta fase”, adverte Guimarães.

Na opinião da psicóloga Lizandra Arita, são nas consultas de pré-natal que a mulher se prepara de modo físico e psicológico para o parto e, posteriormente, para desempenhar o papel de mãe, além de ser crucial para o bom desenvolvimento saudável do bebê.

Já a experiência do parto é impactante e requer muita preparação emocional, apoio, acompanhamento e compreensão. “O vínculo afetivo entre a mãe e o bebê é iniciado ainda na barriga, seguido por uma série de transformações hormonais e psíquicas no corpo feminino. Após o nascimento, a mãe necessita estar preparada emocionalmente para receber a criança, oferecer os cuidados necessários e ainda nutrir com muito afeto”, explica a psicóloga.

A terapeuta fala sobre a importância das relações primárias mãe-bebê para a construção da subjetividade da criança. “O toque e o olhar da mãe direcionados ao bebê são gestos que interferem na formação psicológica. A mãe tem um papel fundamental para constituir o “eu interior” de cada indivíduo. É o primeiro olhar que recebemos, portanto, é a partir da qualidade desses sentimentos que a criança e o futuro adulto vão enxergar a si mesmo”, completa a terapeuta.

Sobre Dr. Alberto Guimarães

Ginecologista e obstetra, é defensor dos conceitos de parto humanizado, o médico encabeça a criação do Programa Parto Sem Medo, um novo modelo de assistência à parturiente onde enfatiza que o parto é um evento de máxima feminilidade e a mulher e o bebê devem ser os protagonistas. Formado pela Faculdade de Medicina de Teresópolis e mestre pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), atualmente exerce o cargo de gerente médico para humanização do parto e nascimento do Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim, CEJAM, em maternidades municipais de São Paulo para o Programa Parto Seguro à Mãe Paulistana.

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::