Brasil, 23 de Outubro de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mais de 70% das mortes materno-infantil na Baixada Santista são evitáveis

  • Escrito por  Chico Damaso
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Saúde
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Dado foi revelado pela Diretoria Regional de Saúde (DRS IV), durante

Encontro de enfermagem na área materno-infantil, promovido pelo Coren-SP

A redução da mortalidade materno-infantil é um dos oito Objetivos do Milênio definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) e está relacionada à incidência de cesarianas e à assistência prestada às parturientes em todas as fases da gestação até o nascimento e primeiros meses de vida dos bebês. Para debater esse tema, o Coren-SP promoveu “Encontro de enfermagem na área materno-infantil”, nesta quarta-feira (14), em Santos, abordando a situação da Baixada Santista.

De acordo com a Diretoria Regional de Saúde IV, a região registra uma média de 18 óbitos maternos a cada 100 mil parturientes e 15 a cada 100 mil bebês. Entre essas ocorrências, 72% são evitáveis. Além disso, a Baixada Santista está na segunda posição no ranking estadual de sífilis materna e de mortalidade materno-infantil, ficando atrás apenas da região de Bauru. “É inacreditável que uma região com os melhores Índices de Desenvolvimento Humano do país tenha indicadores tão ruins referentes à mortalidade materno-infantil”, disse a presidente do Coren-SP, Fabíola Campos, na abertura do encontro, destacando que essa realidade é resultado da soma de diversos fatores, relacionados à políticas públicas, especificidades regionais, entre outros. Fabíola ainda defendeu a participação e o empoderamento da enfermagem nas políticas públicas referentes à saúde da mulher e à obstetrícia.

Além da apresentação dos indicadores da Baixada Santista, o evento debateu temas como a importância do pré-natal na Atenção Básica e o pré-natal de alto risco; o atendimento em unidade extra-hospitalar, nos centros de parto normal; a mudança do modelo assistencial nos centros obstétricos e o período puerperal e cuidados com o recém-nascido.

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::