Brasil, 22 de Setembro de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

A internet pode ser considerada uma fonte confiável de ajuda médica?

  • Escrito por  Vanessa Mayumi e Béatrice Zozzoli
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Saúde
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Procurar por doenças na internet sem recorrer à ajuda de profissionais, pode ajudar a criar um falso diagnóstico e estimula a cibercondria

Com a era digital, virou hábito sempre usarmos ferramentas de buscas para tirar dúvidas ou adquirir novos conhecimentos. Mas, no meio dessa abundância de dados disponíveis, como filtrar essas informações e distinguir o que é confiável, entre tantas fontes questionáveis? Por esse motivo, para evitar que as pessoas cheguem a conclusões inverídicas que possam atrapalhar no diagnóstico de doenças, é que plataformas, como a Doctoralia, dispõem de um espaço para interação com profissionais de saúde e para sanar possíveis dúvidas que possam existir.

Usar sites e plataformas oficiais, ao invés de recorrer a mecanismos de pesquisa de palavras-chave, pode evitar a hipocondria digital, mais conhecida como cibercondria. Como muitas doenças diferentes podem ter mesmos sintomas, é indispensável a ajuda de profissionais de saúde na identificação dessas doenças para evitar desgastes emocionais resultantes de uma pesquisa pouco aprofundada que pode levar a erros de diagnóstico.

Ao mesmo tempo, a Internet tornou-se também um importante instrumento de ajuda na busca por profissionais de saúde que atendam requisitos como o local do consultório, especialidade, e planos de saúde atendidos, e para o agendamento online de consultas. Plataformas e aplicativos, como é o caso da Doctoralia, facilitam a busca e intermedeiam o diálogo entre o paciente e o médico, já que contam com um espaço destinado ao envio de dúvidas e comentários e possibilitam ao paciente a avaliar em uma escala de 1 a 5, como foi a consulta com o profissional.

“Somente um especialista irá conseguir interpretar de forma correta os fatores que identificam uma doença, com base nos sintomas e em exames, e em todo seu conhecimento acadêmico e profissional”, explica o Dr. Frederic Llordachs, cofundador da Doctoralia. “Com essa facilidade de acesso a qualquer tipo de informação, tornou-se muito difícil driblar a curiosidade sobre sintomas de possíveis doenças. É muito importante que o paciente tenha a consciência de que nada melhor do que um profissional da área de saúde para colocar as informações nos lugares certos".

Por outro lado, ferramentas de busca e blogs podem ser sim, fortes aliados de pessoas que já identificaram qual doença sofrem e já estão realizado tratamentos com profissionais. “Esse tipo de informação empírica pode servir de estímulo, para incentivar a pessoa que está doente, que passa a perceber como outras pessoas lidam com o mesmo problema”, afirma Llordachs.

Para evitar mal entendidos e má interpretação sobre possíveis doenças e sintomas, o usuário pode acessar a Doctoralia e deixar, de forma gratuita, perguntas aos especialistas que estão cadastrados na plataforma. Não é preciso criar um login e é possível escrever comentários anonimamente. Até o momento, a Doctoralia já recebeu cerca de 110 milhões de respostas a mais de 50.000 perguntas, por 6.500 profissionais de saúde.

Sobre Doctoralia

Doctoralia é a plataforma líder mundial que conecta profissionais de saúde com os pacientes, transformando e melhorando a relação entre eles por meio do fornecimento de ferramentas que contribuem para melhorar a visibilidade online dos profissionais de saúde, ajudando-os a encontrar mais pacientes e a melhor gerenciá-los. No que diz respeito à saúde do usuário, proporciona um espaço para tirar dúvidas, dar opiniões e encontrar o melhor profissional de saúde para atender suas necessidades. Doctoralia tem 9 milhões de usuários mensais e está disponível em 20 países: Brasil, Espanha, México, França, Argentina, Itália, Reino Unido, Canadá, Portugal, Índia, Estados Unidos, Alemanha, Suíça, Holanda, Colômbia, Chile, Emirados Árabes Unidos, Áustria, Peru e Austrália. Conheça mais em www.doctoralia.com.br 

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::