Brasil, 23 de Maio de 2018

+ F O N T E -

Alta do dólar: como proteger investimentos

Especialista indica onde investir com segurança

Para quem tem uma carteira de ações, a alta do dólar tende a ser uma má notícia. Historicamente, uma valorização do dólar ocasiona queda para a bolsa de valores. No entanto, apesar do dólar estar em torno de R$3,50, ainda não se observou um “sell off” da bolsa (quando investidores optam por vender rapidamente os ativos que possuem em determinado momento). O IBOV (carteira de investimentos teórica, em que são listadas as ações mais negociadas da bolsa paulista) segue congestionado se segurando acima dos 82.000 pontos.

De acordo com o operador da WM Manhattan, mesa proprietária que opera no mercado de renda variável e ensina traders atuarem na bolsa de valores, Rafael Mendes, o Banco Central deverá cortar juros na próxima reunião do COPOM (Comitê de Política Monetária), o que pode atrair mais investimentos para o mercado acionário. Além disso, a desvalorização do real torna os ativos brasileiros mais atrativos para o investidor internacional.

Para proteger a carteira de ações, Rafael aconselha que o investidor opte por empresas que mantenham receitas em dólar, como a Suzano (SUZB3), por exemplo. “Essas empresas tendem a apresentar resultados mais robustos, e, por conseguinte, acabam protegendo uma eventual queda dos demais ativos em carteira”, destaca.

Outra empresa que tem sido indicada por analistas no momento é a Vale, também por ter receitas em dólar. Rafael alerta para que o investidor fique atento para evitar empresas cuja estrutura de capital apresente endividamento na moeda americana. Além disso, empresas com custos atrelados ao dólar tendem a ter um desempenho mais fraco, como o caso das companhias aéreas (Azul e Gol).

“Uma alternativa para o investidor que não aplica diretamente em ações seria investir em fundos de investimentos com ativos no exterior ou que aplicam na moeda americana, diversificando assim seus investimentos”, finaliza.

Histórico

O dólar ganhou força frente às principais moedas do mundo. O Índice do Dólar Americano – Dollar Index Sport (DXY) que compara o dólar a uma cesta de moedas (euro, iene, libra, entre outras) subiu aproximadamente 4% desde o início de abril. Em relação aos emergentes, a moeda também teve forte valorização, o que forçou a intervenção de Bancos Centrais, como ocorreu no Brasil e na Argentina.

A alta do dólar está atribuída a uma possível retomada mais agressiva dos juros nos EUA por parte do Sistema Federal de Reserva dos Estados Unidos (FED), o que tem elevado o rendimento dos títulos do governo americano. Assim, o cenário no ambiente eleitoral se torna pulverizado, em que não se desponta nenhum nome com maior força.

Mais um fator que tem colaborado para desvalorização do real frente ao dólar é a redução da SELIC, o que desestimula investidores estrangeiros que buscavam lucrar com o diferencial de juros, tomando empréstimos no exterior e aplicando aqui.

------------------------------------------------------------------------------------
Segs.com.br valoriza o consumidor e o corretor de seguros

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::