Brasil, 20 de Agosto de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Uma entre 4 detecções de ataques cibernéticos tem origem em anúncios online maliciosos

  • Escrito por  Wilians Geminiano
  • Publicado em Info & Ti
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

Avira libera bloqueador malvertising, uma combinação de malicious e advertising”, para combater este tipo de ameaça

A Avira, fornecedora de soluções antivírus representada no Brasil pela Nodes Tecnologia, identificou que 24% das detecções de ataques cibernéticos têm origem dos anúncios online maliciosos. Para ajudar o internauta a se proteger deste tipo de ameaça, a empresa liberou um bloqueador de propaganda online. O recurso é uma extensão para navegadores web e equipa os usuários com uma camada adicional de proteção contra o malvertising, uma combinação de malicious com advertising, que geralmente é relacionado à divulgação de produtos e serviços diversos e que atuam por meio de kits de exploit ou engenharia social.

"Os incidentes envolvendo o malvertising estão crescendo e o mercado de anúncios online é sistematicamente vulnerável a ele. Então estamos fazendo o que é necessário para proteger nossos usuários agora e no futuro contra este tipo de ameaça", afirma Markus Hartung, especialista em segurança da Avira. “Com cerca de 24 por cento de nossas detecções vinculadas aos anúncios online, este é – de fato - um canal estatisticamente significativo para que os criminosos virtuais atuem contra os internautas", destaca o especialista. "Nós acreditamos que este canal continuará a crescer nos próximos anos".

O estudo da Avira foi baseado em uma amostra de 11,5 milhões de dispositivos ativos únicos, que desencadearam 3,67 milhões de detecções apuradas pelo Avira URL Cloud. A grande maioria dessas detecções foi de malware (2,4 milhões) seguido de phishing (817 mil), motores de busca maliciosos (311 mil) e aplicativos potencialmente indesejados.

Dentro deste conjunto de detecções de antivírus, 894 mil vieram de apenas cinco redes publicitárias. "Sabíamos que o problema era grande, mas isso nos surpreendeu. Nós também acreditamos que o problema seja ainda maior, pois há uma série de redes de publicidade menores espalhadas pela Web, mas que atuam fortemente com anúncios suspeitos", acrescentou.

Os 5 domínios com mais anúncios maliciosos detectados
- Traffichaus.com – 390 mil ocorrências;
- Adnetworkperformance.com – 190 mil ocorrências;
- Facebookdating.link – 111 mil ocorrências;
- Hilltopads.net – 102 mil ocorrências;
- Adhoc1.net – 101 mil ocorrências;



Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::