Brasil, 24 de Julho de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Ataques cibernéticos vão gerar perdas de até US$ 2,1 trilhões para as empresas até 2019

  • Escrito por  Carvalho Assessoria
  • Publicado em Info & Ti
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

Ataques cibernéticos vão gerar perdas de até US$ 2,1 trilhões para as empresas até 2019

A soma dos prejuízos nos próximos três anos será quase quatro vezes maior em relação aos valores das perdas que as companhias já tiveram em 2015


Os prejuízos decorrentes de ataques cibernéticos crescem a cada ano. Estima-se que as empresas no mundo todo terão perdas de US$ 2,1 trilhões até 2019, de acordo com o estudo Cyber Handbook da consultoria de risco e corretoras de seguros Marsh. A soma dos prejuízos nos próximos três anos será quase quatro vezes maior em relação aos valores das perdas que as companhias tiveram em 2015.

De acordo com dados da consultoria de risco e corretora de seguros Marsh, as contratações de seguros para proteções contra ataques cibernéticos já somam cerca de US$ 2 bilhões e pode chegar a US $ 20 bilhões até 2025. Os EUA continuam a ser o maior mercado de seguros cibernéticos, onde quase 20% de todas as organizações têm seguros para riscos cibernéticos.

Com a ascensão dos ataques de hackers aos sistemas das empresas, alguns setores da economia ficaram mais expostos aos ciberataques. Com base na carteira de risco cibernético da multinacional americana Marsh, as indústrias de manufatura e de comunicação, mídia e tecnologia lideram a contratação desse seguro, com 63% e 41% das apólices, respectivamente.

Representatividade nas contratações do Seguro Cibernético por indústria:

Manufatura: 63%
Comunicação, Mídia e Tecnologia: 41%
Manufatura: 63%
Comunicação, Mídia e Tecnologia: 41%
Educação: 37%
Atacado/Varejo: 30%
Instituições financeiras: 28%
Power & Utilities: 28%
Indústrias: 27%
Hospitality and Gaming: 15%
Serviços: 13%
Healthcare: 6%
Fonte: Cyber Handbook 2016

No Brasil, estima-se que há atualmente 40 apólices de seguros contratadas pelas empresas contra ataques de hackers. Hospitais, instituições financeiras, tecnologia, varejo, alimentos e bebidas estão os cinco segmentos que mais contratam seguros cibernéticos.

Em virtude do aumento dos ataques cibernéticos e da maior exposição dos dados de seus clientes, houve no Brasil um aumento na procura por seguros e projetos de gestão de risco como forma de gerenciar possíveis ataques de hackers.


Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::