Brasil, 22 de Outubro de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Economia Solidária - Ministério do Trabalho libera R$ 4 milhões para incubadora de empreendimentos

  • Escrito por  Joana Dantas
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Economia
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Os recursos foram destinados ao CNPq, parceiro responsável pela seleção dos projetos; chamada pública fica aberta até 6 de novembro no site da instituição de pesquisa

O Ministério do Trabalho firmou parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para seleção de projetos de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e extensão de incubadoras de empreendimentos econômicos solidários. Serão investidos R$ 4 milhões em incubadoras, sendo R$ 100 mil o valor máximo destinado a cada projeto. As inscrições são feitas somente no site do CNPq. A assinatura do termo foi publicada nesta terça-feira (10), no Diário Oficial da União (DOU).

De acordo com o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, esses recursos foram descontingenciados em razão da necessidade de manter-se o estímulo à Economia Solidária. "A Economia Solidária não é caridade. É uma política social de Estado que traz resultados muito positivos para o país. Gera trabalho e renda e dá autonomia financeira à população que está fora do mercado formal", salienta o ministro.

O analista técnico de Políticas Sociais da Subsecretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes), Robert Paula Gouveia, afirma que a liberação dos recursos representa a continuidade da política social nesse segmento. "Será um respiro para as incubadoras de empreendimentos solidários neste momento", observa.

Para participar da chamada pública, o responsável pela apresentação da proposta, obrigatoriamente, deve ter seu currículo cadastrado na Plataforma Lattes, atualizado até a data-limite para submissão da proposta; possuir a titulação mínima de mestre e experiência em Economia Solidária, Desenvolvimento Territorial, Tecnologia Social, Geração de Trabalho e Renda; ser o coordenador do projeto; possuir vínculo celetista ou estatutário com a instituição de execução do projeto ou, se for aposentado, comprovar que mantém atividades acadêmico-científicas e apresentar declaração da instituição de execução do projeto concordando com a sua execução.

Gouveia esclarece que as propostas deverão estar em consonância com as diretrizes estabelecidas, como a interação horizontal entre empreendimentos e equipes de incubação, com a produção e a troca de conhecimentos ficando no centro desta relação; princípios metodológicos centrais inspirados principalmente na proposta de educação popular, autogestão, interdisciplinaridade e aprendizado mútuo; autogestão como princípio fundamental da Economia Solidária; troca entre saberes acadêmicos e saberes populares; formação e estimulação de Redes de Economia Solidária; articulação dos empreendimentos; promoção de políticas públicas de Economia Solidária e do desenvolvimento territorial sustentável; e superação da extrema pobreza.

Informações adicionais acerca do edital podem ser obtidas por meio do endereço eletrônico ou pelo telefone (61) 3211-4000.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::