Brasil, 22 de Agosto de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Fenaserhtt Consegue Exclusão Do Iss Da Base De Cálculo De Pis/Cofins

  • Escrito por  Danielle Borges
  • Publicado em Economia
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

Empresas podem usufruir da sentença de imediato, mas federação recomenda cautela

A Federação Nacional dos Sindicatos de Empresas de Recursos Humanos, Trabalho Temporário e Terceirizado (Fenaserhtt) obteve decisão favorável do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª. Região para excluir o Imposto sobre Serviços (ISS) da base de cálculo do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins). Empresas das categorias representadas pela entidade estão autorizadas judicialmente a descontar o valor correspondente ao ISS, porém, a decisão exige cautela e planejamento.

A União Federal poderá apresentar recursos, mas a decisão proferida pelo TRF tem como fundamento o conceito de receita/faturamento (base de cálculo do PIS e da COFINS) definido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nos recursos extraordinários nº. 574.706 e 240.785. Por isso, a Fenaserhtt recomenda às empresas consultar especialistas tributários antes de qualquer iniciativa.

Segundo o advogado tributarista da Fenaserhtt, Ricardo Godói, o contexto econômico de cada empresa é único e deve ser avaliado. “O pedido de restituição do valor pago só poderá ser feito com uma ação na Justiça, o que demanda um tempo que talvez a empresa não consiga esperar. A compensação interna é arriscada porque dependerá da validação da Receita Federal, que possivelmente não aceitará”, explica.

SOBRE A FENASERHTT | A FENASERHTT - Federação Nacional dos Sindicatos de Empresas de Recursos Humanos, Trabalho Temporário e Terceirizado - foi fundada em 15 de outubro de 2004 e é composta atualmente por cinco sindicatos patronais: São Paulo, Santa Catarina, Espírito Santo, Bahia, Minas Gerais, Paraná e Amazonas. Representa 32 mil empresas do setor, que empregam cerca de 2,5 milhões de pessoas.

SOBRE O SINDEPRESTEM | Fundado em 4 de junho de 1991, o SINDEPRESTEM - Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços a Terceiros, Colocação e Administração de Mão-de-Obra e de Trabalho Temporário no Estado de São Paulo representa as empresas de Trabalho Temporário e de Terceirização de Serviços no Estado de São Paulo. Dentre as categorias representadas por este sindicato patronal estão bombeiro civil, logística, leitura e entrega de documentos, controle de acesso, promoção e merchandising, serviços a bancos, serviços auxiliares, consultoria de recursos humanos e estágios.

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::