Brasil, 18 de Novembro de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

A nova liderança do agronegócio mundial

  • Escrito por  Camila Lopes
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

 

Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM.

O NAL – New Agribusiness Leadership, ou em português, Nova Liderança do Agronegócio, um novo conceito sobre liderança no agronegócio mundial inclui toda a sociedade, pois cada vez mais o alimento será sinônimo da saúde do futuro, não apenas humana, mas do planeta terra, e não haverá mais uma zona rural ou urbana, e sim uma só coisa: a vida.

Há uma busca de valores e harmonia entre o crescimento da produção de alimentos e o mundo devido aos rigores de preservação do meio ambiente, das condições de trabalho e do uso ético da ciência e tecnologia, onde os jovens estão retornando ao campo e as mulheres agora estão na liderança.

As novas propostas do NAL não estão mais contempladas nas visões da esquerda ou da direita, mas nas angulações ideológicas de condução da humanidade na terra a partir de generalizações da bondade e da maldade, já tão bem espatifadas pelos existencialistas, como por exemplo, Jean-Paul Sartre, filósofo, escritor e crítico francês, conhecido como representante do existencialismo numa celebre e eterna obra teatral chamada “O Diabo e o bom Deus”.

As novas lideranças do agronegócio não aceitam mais existirem no Brasil devido aos 80 milhões de hectares dados para a Reforma Agrária, onde nenhum dos seus assentados tem o título da terra (coisa de uma esquerda dinossáurica e parasitária da vitimização).

A falta sensibilidade nos discursos da direita (achando que tudo se resolve pelas leis do mercado, pelo talento dos mais fortes) sugere ignorar a gigantesca massa humana da base da pirâmide do planeta, onde 70% da população detêm apenas 3% da riqueza. Os acordos da elite empresarial com o Estado significariam um mar de almirantes para o falso progresso.

As maldades bem intencionadas ou não praticadas, tanto por linhas políticas da esquerda ou da direita não nos servem mais. A lentidão e os maldosos sistemas falidos de governança não vingarão nos próximos dez anos.

Quanto o Brasil estará produzindo de grãos, carnes, celulose, hortifruticultura, agroenergia, fibras, borracha, cacau e café em 2030?

Aproximadamente três vezes mais do que hoje. E sua agroindústria, competindo com chineses, indianos, vietnamitas e americanos, como ficará? Qual será a área “agricultável”? Com certeza na mesmíssima área usada hoje, porém, não será preciso desmatar mais nada, pois temos abundância naquilo que já desperdiçamos.

Não poderemos tolerar 80 milhões de HA com Reforma agrária improdutiva, nem 100 milhões de áreas de pastagens degradadas; não iremos tolerar tudo isso com desperdícios (como o de 30% da comida jogada fora) sem o uso ético da ciência.

A ida ao futuro não será feita com a máquina do presente. Iremos ao futuro com uma nova liderança do agronegócio – que já nasceu – e está em vigor, só falta aparecer e assumir as posições… e isso precisará ser feito com a saída das velhas gerações.

Portas abertas para o NAL – New Agribusiness Leadership! Uma nova liderança do agronegócio, onde micro, pequenas, médias e áreas de grande escala serão compatíveis com uma nova era onde o predomínio será do valor da cooperação, e teremos nas cooperativas a dignidade capilar da legítima democracia, bem como a sociedade civil organizada na governança do que aparelhos estatais, onde até a China e seu partido comunista severo e rigoroso entenderam a importância de saber usar como ninguém o lado criativo e dsruptivo do capitalismo.

Uma resposta para “A nova liderança do agronegócio mundial”.

Sobre o CCAS

O Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados à sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto.

O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico.

Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira. São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos concretos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas.

A agricultura, apesar da sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas, não condizentes com a realidade. É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade. É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa seja colocado à disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça. Mais informações no website: http://agriculturasustentavel.org.br/. Acompanhe também o CCAS no Facebook: http://www.facebook.com/agriculturasustentavel.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::