Brasil, 24 de Novembro de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Vícios comerciais que você deve abolir da sua rotina de trabalho

  • Escrito por  Sabrina Hoffmann
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

O consultor empresarial especializado em vendas, Roberto Vilela, destaca comportamentos que ainda são comuns no segmento e que acabam prejudicando os resultados das empresas


Quem nunca desistiu de comprar um produto ou serviço por conta do atendimento que recebeu do vendedor que atire a primeira pedra. Além de afastar o cliente, algumas ações da equipe, de acordo com o consultor empresarial Roberto Vilela, comprometem os resultados da empresa.

Ele explica que são os chamados vícios comerciais, muitas vezes realizados de modo automático. “São aquelas ações que o profissional faz sem pensar, muitas vezes porque sempre agiu assim e nunca parou para analisar as próprias atitudes. E elas acabam gerando incômodo para quem é atendido e tornando as vendas ainda mais difíceis”, diz Roberto.

Ele lista três comportamentos que são facilmente encontrados em empresas brasileiras e que acabam prejudicando os negócios e as carreiras dos vendedores:

O tal do jeitinho brasileiro
“O seu cliente precisa de um produto X, mas com alguns argumentos você acaba vendendo o Y, apenas porque a comissão é maior ou precisa bater a meta. Na hora do atendimento, usa bordões como 'campeão', 'patrão', 'flor' e outros tão detestados e acha que está falando com um amigo no happy hour. Essas são atitudes típicas do chamado jeitinho brasileiro que acabam prejudicando a performance do vendedor. Em curto prazo elas até podem parecer interessantes, mas podem afastar o comprador, não ajudam a fidelizar o cliente e ainda deixam aquela fama ruim no profissional”, destaca o consultor.

Colocar a culpa no mercado
A crise afeta os negócios, a concorrência pode ser desleal. No entanto, nenhuma dessas questões, de acordo com Roberto, podem servir de muleta para justificar resultados negativos. “Esse vício é bem comum e precisa ser trabalhado nas equipes. É claro que alguns fatores externos podem prejudicar as vendas, mas é aí que o trabalho e a dedicação do profissional farão a diferença”, diz.

Tratar todo cliente da mesma forma
Mesmo na área de serviços, muitos vendedores continuam atendendo clientes sem uma pesquisa prévia sobre ele ou mesmo prestando atenção às suas necessidades. “Na hora em que a conversa inicia, o consumidor geralmente dá alguns sinais em relação ao que precisa. Se você tem um sofá de dois lugares na promoção e precisa vender, mas a pessoa deu a entender que gosta de receber visitas, não faz sentido oferecer a peça a ela simplesmente porque parece ser mais fácil de fechar o negócio. É fundamental que o profissional ouça mais e tente atingir a expectativa de cada comprador, tratando a negociação como única”, conclui.

Sobre o consultor
Especialista nas áreas de gestão e estratégias comerciais, Roberto Vilela é diretor da Mega Empresarial. A empresa tem 17 anos de experiência e atua em todo o Brasil com clientes de médio e grande porte, com serviços de headhunting, consultoria comercial, treinamentos vivenciais e palestras. É também autor do livro Em Busca do Ritmo Perfeito, em que traça um paralelo entre as lições que vivenciou no mundo das corridas e o dia a dia nos negócios.

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::