Brasil, 30 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Fórum discute propostas de desenvolvimento para a Baixada Santista

Nova e importante plenária acontece amanhã e discute os rumos para recuperação econômica e dos empregos na região

O Fórum Cresce Baixada Santista realiza plenária, nesta sexta-feira (11/03), às 10h, na sede da Agência Metropolitana (Agem), em Santos. O presidente da Delegacia Sindical do Sindicato dos Engenheiros (SEESP) na Baixada Santista, Newton Guenaga Filho, observa que a atividade pretende repensar a questão do emprego na região, buscando alternativas de modelos econômicos. A empresa Usiminas, principal empregadora local, nos quatro últimos meses, demitiu 50% de seu efetivo próprio e isso trouxe reflexos para outras empresas que dependiam da siderúrgica. “A região já está sentindo o reflexo dessas dispensas que tendem a piorar ainda mais com o término do dinheiro das indenizações trabalhistas”, advertiu.

A categoria dos engenheiros, informa Guenaga, também foi atingida com a decisão da siderúrgica, cuja matriz é em Ipatinga (MG). “Até o momento 60 profissionais foram dispensados”, informa.

O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Santos (Sintracomos), que representa os operários de várias empresas terceirizadas, também manifesta seu inconformismo com a decisão da empresa. Para Luiz Carlos Andrade, vice-presidente do sindicato, a região não pode ficar refém de empresas, mas precisa ter um projeto econômico que combine desenvolvimento e sustentabilidade.

Nesse sentido, Guenaga aponta, por exemplo, discutir a instalação de indústrias navais e de material ferroviário, além da proposta de utilização do aço brasileiro nas estruturas habitacionais. "Propostas não faltam, mas sua aplicação depende da mobilização", salienta Guenaga.

Para agravar ainda mais a situação, Andrade declara que, além das demissões na Usiminas, o setor perdeu quase 12 mil empregos formais na área predial. Endossando a posição do dirigente do SEESP, o vice-presidente do Sintracomos diz que ficar parado ou de braços cruzados vendo as coisas acontecerem criará um caos ainda maior na Baixada Santista. “Estamos aqui para discutir saídas urgentes, por isso ninguém pode ficar omisso desse debate, da sociedade ao poder público. Estamos todos no mesmo barco”, conclama.

Para o representante regional da Fitmetal/CTB, Uriel Villas Boas, "temos de lutar visando a mobilização dos mais diferentes segmentos sociais da região. A paralisação das atividades da Usiminas não atinge apenas seus empregados, com mais de duas mil demissões. A repercussão também se dá entre milhares de terceirizados. E por consequência, tem reflexos em todas as cidades da região, tanto em termos sociais como na economia", conclui o dirigente metalúrgico.

Participarão da Plenária desta sexta-feira, executivos, representações dos vereadores, deputados estaduais e federais eleitos na região, as associações comerciais, a Ciesp, os sindicatos patronais e de empregados e os representantes do sistema universitário e da AGEM.

Serviço

Plenária Fórum Cresce Baixada Santista

Data: 11 de março 2016

Hora: 10h

Local: Sede da Agência Metropolitana (Agem), R. Joaquim Távora, 93 - Vila Matias, Santos

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish