Brasil, 29 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Indústria coureira do Brasil deve vender US$ 18 milhões após exibição na Lineapelle de Milão

  • Escrito por  Sabrina Auler - Comunicação Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB)
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

Quatro curtumes brasileiros marcaram presença em uma das feiras mais badaladas dos ramos coureiro, de acessórios e componentes do mundo: a Lineapelle, de Milão. Realizado entre os dias 23 e 25 de fevereiro, o evento que reuniu designers e estilistas de diversas grifes internacionais gerou perspectivas de negócios de mais de US$ 18 milhões ao longo de 2016.

A indústria de couros e peles brasileira esteve representada na exibição italiana pelas empresas BCM Indústria e Comércio de Couros Ltda (Courovale); Best Brasil Indl de Couros Ltda; JBS Couros e Nova Kaeru Indústria e Comércio de Couro Ltda. O grupo participou da feiracom apoio do Brazilian Leather, projeto de expansão do setor no mercado internacional desenvolvido peloCICB e pela Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

Segundo o presidente executivo do CICB, José Fernando Bello, a Lineapelle é uma das mostras mais aguardadas do ramo. “Trata-se de uma feira lançadora de moda. Ao expor na Lineapelle, o Brasil demonstra o quão alinhado está àstendências”, percebe.

A segunda edição anual da Lineapelle ocorre em setembro.

MÁQUINAS – Paralelo à Lineapelle foi realizada a edição 2016 da Simac Tanning Tech, feira que reúne lançamentos em máquinas e equipamentos para curtumes, calçados e artefatos.Na ocasião, o Brasil, por meio do CICB, participou de uma reunião com fabricantes italianos de maquinário. O motivo do encontro foi a discussão da NR-12 (Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho e Emprego sobre Segurança em Máquinas e Equipamentos).

Conforme José Fernando Bello, cerca de 80% das máquinas utilizadas no ramo coureiro do Brasil são importadas. “Portanto, é de suma importância que os fornecedores atentem para os requisitos de segurança estabelecidos no regulamento brasileiro”, diz.

Bello garante que a reunião foi produtiva e que o assunto seguirá sendo discutido para que os equipamentos que chegam ao Brasil sigam as exigências normativas locais.

Sobre o Brazilian Leather - Projeto setorial de internacionalização do couro brasileiro, o Brazilian Leather é gerenciado pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). Várias são as estratégias de consolidação do produto nacional em mercados estrangeiros - incentivo à participação de curtumes nas principais feiras mundiais ligadas ao ramo e missões empresariais focadas ao estreitamento de relações entre fornecedores brasileiros e compradores de outros países são algumas delas. Mais informações em www.brazilianleather.com.br

Sobre o CICB - Mais antiga entidade do ramo de couros e peles do país, fundada em 1957, o Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) representa e defende o setor coureiro brasileiro no país e no mundo. Seu principal objetivo é tornar a indústria de couros e peles do Brasil cada vez mais competitiva nos mercados doméstico e internacional. Para isso, incentiva a produção sustentável e a fabricação de produtos de maior valor agregado. Saiba mais em www.cicb.org.br

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Ao se cadastrar, você aceita todos os Termos e Condições de Uso do Segs.com.br que consta no rodapé de todas as páginas do SEGS.