Brasil, 16 de Dezembro de 2017
A- A A+

Publicidade 1 Aqui no SEGS

Conselho do FGTS aprova moção contra mudança em regras de regularização tributária

  • Escrito por  Ministério do Trabalho
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Modificações propostas excluem parcialmente a exigência de regularidade com o FGTS como condição de adesão ao programa

O Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) aprovou por unanimidade moção contra a modificação realizada nas regras para adesão ao Programa de Regularização Tributária (PRT).A mudança foi proposta pela comissão mista instituída pela Câmara dos Deputados para analisar a medida antes da votação no plenário.

Criado pela Medida Provisória nº 766, de 4 de janeiro de 2017, o PRT é um programa de parcelamento para regularização de débitos com a Receita Federal e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.

O texto que está em vigor, o da Medida Provisória nº 766, prevê que as pessoas físicas e jurídicas podem aderir ao PRT, desde que haja o cumprimento regular das obrigações com o FGTS. "Modificações na proposta podem prejudicar a intenção original da medida, de recuperar créditos devidos por empresas e pessoas físicas", disse o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

A Comissão Mista da Câmara alterou a proposta original, excluindo parcialmente a exigência de regularidade com o FGTS como condição de adesão ao PRT. O texto original prevê o cumprimento regular das obrigações com o FGTS. Com a alteração, apenas se faz necessário o cumprimento das obrigações vincendas, devidas a partir da adesão ao programa. Na prática, a mudança afeta diretamente os trabalhadores, na medida em que prejudica as possibilidades de recuperação do crédito do FGTS já vencido e não pago

Diante dos impactos que a medida causará ao FGTS e, sobretudo, aos trabalhadores, o Conselho Curador, por unanimidade, deliberou pelo encaminhamento ao presidente da Câmara dos Deputados, ao presidente do Senado Federal e à liderança dos partidos políticos, de moção contrária às alterações realizadas na MP nº 766, declarando ser favorável à manutenção do texto original.

Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Publicidade

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::