Brasil, 18 de Agosto de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

7 dicas de direito do consumidor para Jantar de Dia dos Namorados

  • Escrito por  Por Emanuelle Oliveira
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

7 dicas de direito do consumidor para Jantar de Dia dos Namorados

Exija seus direitos sem perder o romantismo

Jantar fora no Dia dos Namorados é uma das opções românticas adotada por muitos casais. Para afastar aborrecimentos pedimos para um especialista em direito do consumidor indicar o que pode ou o que não pode ser cobrado em restaurantes, bares e baladas.

Confira a seguir, as dicas do advogado Fabricio Sicchierolli Posocco, sócio do escritório Posocco & Associados Advogados e Consultores.

1 – O casal que optar por ir a uma pizzaria e pedir uma massa com dois sabores, o preço a ser pago é o valor médio das pizzas e não o valor da mais cara.

2 – Aperitivo servido antes do prato principal sem autorização do consumidor é considerado amostra grátis e não pode ser cobrado. A Lei Estadual 14.536, de 6 de setembro de 2011, determina que o restaurante que adota o sistema de couvert deve disponibilizar no cardápio a composição do serviço, bem como o seu preço.

3 – Fisgados por uma promoção? Se o comércio oferecer promoção para atrair clientes deve cumprir com o que foi divulgado, mesmo que a oferta seja fruto de um erro do próprio comerciante.

4 – Restaurante rodízio, bar ou balada não podem cobrar preço diferente para homem e mulher. O valor deve ser igual para todos.

5 – Se o estabelecimento aceitar vale-refeição, os namorados podem utilizá-lo para efetuar o pagamento, independente do dia, da data e horário, conforme a Lei Estadual 15.060, de 01 de julho de 2013.

6 – O pagamento da gorjeta para garçom é opcional. Se a taxa de serviço já vier estipulada na conta, o consumidor não precisa pagá-la na íntegra, ele pode dar o percentual que achar mais conveniente ou simplesmente não pagar pela taxa.

7 – Se no local escolhido para o jantar romântico tiver música ao vivo ou outra manifestação artística, os namorados devem aceitar a cobrança de couvert artístico se foram avisados previamente na entrada do estabelecimento. Caso contrário, a taxa não pode ser cobrada.

Segundo Posocco, o estabelecimento que não cumpre o Código de Defesa do Consumidor e as leis estaduais é passível de multa e processo na Justiça.

Sobre Fabricio Sicchierolli Posocco
Fabricio Sicchierolli Posocco é advogado, sócio do escritório Posocco & Associados Advogados e Consultores. É bacharel em Direito e especialista em Direito Processual Civil, Direito do Consumidor e Direito e Processo do Trabalho. Atua ainda como professor universitário e é coautor dos livros “Exame da OAB Unificado 1ª Fase - Todas As Disciplinas do Exame da Ordem – FGV” e “Passe em Concursos Públicos – Questões Comentadas – Carreiras Trabalhistas (Magistratura e MPT)”, ambos da Editora Saraiva.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::