Brasil, 24 de Agosto de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

A reestruturação deve fazer parte do DNA empresarial

  • Escrito por  Paulo Mathias
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

Tornar frequente a revisão dos rumos e da atuação da empresa é fundamental para evitar a insolvência

Perceber quando seu negócio precisa de uma mudança de rota é o grande desafio na gestão empresarial. Quase sempre a avaliação é realizada apenas com os dados macroeconômicos, deixando de lado os sinais mais eficazes; os indicadores da própria empresa - fluxo de caixa negativo, análise de balanço horizontal e vertical, índice de liquidez, índice de endividamento elevado, EBITDA. E muitas vezes, quando o empresário compreende a real situação, o negócio já está à beira do que o mercado chama de insolvência ou Recuperação Judicial.

Virar o jogo. Esse é o trabalho exercido pelos profissionais de turnaround, uma expressão que surgiu no mundo dos negócios e ganhou cada vez mais relevância na gestão das empresas. “O trabalho desse profissional é identificar os motivos, internos e externos, que colocaram a empresa naquela situação. Na maioria das vezes, os problemas partem de dentro e a primeira medida deve contemplar cortes de gastos ou a redução das operações em uma situação controlável.” explica Frederico Scarpellini, sócio da EXM Partners. Ele alerta que há diferentes estágios de interferência na gestão: “Quando o risco é elevado e iminente, ações mais drásticas são necessárias, como a redução de ativos e a consolidação das operações mediante desinvestimentos em atividades menos rentáveis, para ganhar recursos financeiros e aumento de eficiência”.

Apple, GE, e mais recentemente, a Lego, são alguns exemplos de grandes empresas que se reinventaram com trabalho de turnaround. Porém, rever o foco não é exclusividade de gigantes do mercado. E independente do tamanho da empresa ou do setor de atuação, é quase unanime que a maioria dos negócios necessita, em algum momento, rever rumos e atuação no mercado.

“Os problemas em empresas de pequeno e médio porte são os mesmos em relação a uma de grande porte. A diferença está na gestão e na capacidade de administração das informações financeiras e contábeis, fundamentais para as tomadas de decisão. Normalmente, numa PME, estas ações são mais influenciadas pelos sentimentos do que pelos fatos. Neste caso, a deficiência ou até a ausência de informação e a falta de autocrítica nas análises acabam determinando ações não condizentes com a realidade e situação atual da empresa” completa Scarpellini.

Ao notar os primeiros sinais de que algo não anda bem na gestão, é necessária uma avaliação completa, que inclui revisão de custos dos produtos ou serviços vendidos, análise dos custos fixos e variáveis, readequação do fluxo de caixa no curto e longo prazo, ajustes dos prazos de compras e vendas para adequação do giro de estoque, entre outros.

A reestruturação bem sucedida depende consideravelmente dos profissionais e da empresa especializada que irão diagnosticá-la e empregar as ações apropriadas de acordo com cada necessidade, visando levar a organização a uma transformação substancial aos seus negócios. Muitas vezes, essas mudanças são de cunho estratégico, outras de readequação financeira; porém, todas têm a finalidade de estabilizar a empresa e atribuir ferramentas de controle para que tenha solvência em seus resultados. E em grande parte, como a história demonstra, cada vez mais, a execução do turnaround é um passo que não apenas reorganiza, mas explica a longevidade de muitas empresas.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::