Brasil, 17 de Agosto de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Com Brexit, Peel Ports Vê Enorme Potencial Para O Aumento De Comércio Entre Reino Unido E América Latina

  • Escrito por  Humberto Siqueira
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

- A Peel Ports abriu recentemente um terminal de contêineres de 400 milhões de libras em Liverpool capaz de receber os maiores navios do mundo

- Os carregadores latino-americanos poderiam economizar dinheiro enviando mais para o norte da Inglaterra, onde os bens são consumidos


Uma das principais operadoras portuárias do Reino Unido, a Peel Ports, está participando da Intermodal pela terceira vez, uma vez que busca estimular o comércio entre a América Latina e o Reino Unido. Com a decisão do país de deixar a União Européia, há um foco crescente no comércio com as Américas como um todo, especialmente com a recente expansão do Canal do Panamá, o que abriu novas rotas com o Extremo Oriente.

Liverpool lida com o maior volume de granéis agro-alimentares do que qualquer porto na Grã-Bretanha, representando 40% das importações da América do Sul. A Peel Ports assegura às outras indústrias latino-americanas de exportação que elas poderiam economizar em custos enviando seus produtos para descarregamento mais próximo ao destino final.

Atualmente, mais de 95% do volume de vinho importado da América do Sul entra no Reino Unido via portos do sul. No entanto, três das quatro principais instalações de engarrafamento estão localizados mais próximos a Liverpool do que qualquer porto do sul.

1,6 milhões de toneladas de produtos alimentares e bebidas são exportadas da América do Sul para o Reino Unido. 90% entra no Reino Unido via portos do sul. Entretanto, o entorno de Liverpool tem a mais elevada densidade de processamento de alimento e bebidas do Reino Unido.

O Reino Unido importa mais de 170 mil toneladas de madeira compensada da América do Sul. 95% entra via portos do sul apesar de um quarto de toda a construção habitacional atual na Inglaterra se concentrar na região norte. Liverpool 2 pode lidar com produtos florestais em contêineres de navios com capacidade para até 20.000 TEU.

Em outubro do ano passado, a Autoridade do Canal do Panamá assinou um importante Memorando de Entendimento com a Peel Ports. O acordo foi assinado por Jorge L. Quijano, Administrador da Autoridade do Canal do Panamá durante uma visita formal ao Porto de Liverpool por uma delegação sênior do Panamá.

O acordo formal cria uma aliança estratégica que visa facilitar o comércio internacional e gerar novos negócios, promovendo rotas comerciais entre Liverpool e a costa oeste da América do Sul através do Canal do Panamá.

O Diretor-Presidente da Peel Ports, Mark Whitworth, e o Diretor de Operações, Gary Hodgson, participaram da abertura oficial do Canal e devem retornar para reuniões de alto nível em março.

Mark Whitworth disse: "A abertura do canal expandido tem o potencial de abrir novos mercados para o comércio e tem o potencial de mudar os padrões de comércio internacional. Enxergamos momentos emocionantes com melhor conectividade comercial e oportunidades de negócios entre o Reino Unido e toda a América Latina, que não só gerará crescimento econômico, mas também criará empregos e aumentará as receitas".

Em outras notícias recentes da Peel Ports, a empresa garantiu 150 apoiadores para a sua iniciativa Cargo200. Lançada em 2015, a campanha apela a importadores e exportadores cujos produtos começam ou terminam sua jornada no Norte da Grã-Bretanha para trocar a entrega de frete marítimo de portos do sudeste para o Porto de Liverpool localizado centralmente. Os carregadores dos bens que começam ou terminam sua viagem no norte podem economizar entre £350 - £400 milhões anualmente. A iniciativa visa reduzir a distância percorrida pelo frete das mercadorias em 200 milhões de milhas (ou 320 milhões de quilômetros) até 2020.

As principais multinacionais, a exemplo da Diageo, JCB, Jaguar Land Rover, Bentley e Typhoo estão entre as primeiras a responder à iniciativa Cargo200, incentivando o setor de transporte e logística do Reino Unido a realizar uma mudança fundamental na cadeia de suprimentos e rotas de serviços.

O diretor de vendas de contêineres da Peel Ports, Roger Megann, disse: "Estamos agora em uma fase avançada de nossa campanha para criar uma mudança sustentável no setor de logística no Reino Unido. Nossos apoiadores vêm de uma ampla variedade de setores de varejo, manufatura e tecnologia, mas o que os une é uma demanda clara e substancial para cortar custos e minimizar congestionamentos e emissões de carbono, ao embarcar produtos para destinos mais próximos aos seus mercados de atuação.

"Com a abertura do terminal de contêineres Liverpool2 no final do ano passado, após investimento de 400 milhões de libras, pela primeira vez podemos oferecer as competências e a capacidade de atender à evidente demanda das empresas dos arredores de Liverpool. A campanha está dando confiança extra para as linhas marítimas avaliarem os benefícios da introdução de maiores serviços através do Porto de Liverpool.

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::