Brasil, 22 de Outubro de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Cóccix Companhia Teatral apresenta “A Santa do Capital” neste sábado(18/03), no Espaço Comum Luiz Estrela

  • Escrito por  Fábio Gomides
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Montagem, que marca os dez anos da trupe, é inspirada em texto de Bertolt Brecht e traz a marca de teatro político que acompanha o grupo desde 2006. A apresentação tem entrada franca.

Depois da aclamada estreia no VAC deste ano, o espetáculo “A Santa do Capital”, da Cóccix Companhia Teatral, fundada em 2006 na capital mineira e com repertório de peças de cunho político e social, será apresentado agora no Espaço Comum Luiz Estrela (Rua Manaus, 348, São Lucas), neste sábado (18/3), às 20h. Com entrada gratuita, o espetáculo é inspirado no texto “A Santa Joana dos Matadouros”, escrito pelo dramaturgo Bertolt Brecht. Após 60 anos da morte do alemão, completados no ano passado, seus escritos continuam atuais, especialmente se observados sob o ponto de vista social, político e econômico.

Além da livre adaptação do texto de Brecht, o roteiro de “A Santa do Capital” foi criado com base no contexto político contemporâneo do Brasil e do mundo, especialmente no que diz respeito à luta de classes e a opressão vivida pelo povo por um sistema capitalista cada vez mais cruel.

“Ao ler o texto ‘A Santa Joana dos Matadouros’, nos deparamos com uma obra que diz muito sobre o nosso tempo: é como se a crise de 1929 retratada no texto ainda pairasse sobre a economia. Percebemos que, ao longo dos anos, o regime capitalista evidencia períodos de crise, e é assim que ele se sustenta e se renova. O proletariado é quem vive a crise e quem a sustenta, enquanto os empresários e os homens de poder apenas reclamam dela. Porém, eles continuam exercendo suas funções e usufruindo do bem estar que o dinheiro pode comprar. E não estamos falando sobre o ponto de vista dos direitos básicos essenciais como moradia, saúde, educação, saneamento básico, cultura e lazer, estamos falando que eles mantém o consumo de tudo isso num nível de primeira classe”, assinala Sinara Teles, atriz e produtora da Cóccix.

Em “A Santa do Capital”, o grupo propõe reflexões acerca da condição do terceiro setor e aponta como agem as forças de alienação do capital. O espetáculo também faz uma crítica às instituições religiosas que fazem uso do poder para espalhar o medo e a ignorância. Para isso, o grupo recorreu às mais diversas linguagens teatrais, tais como as narrativas épica e dramática, mascaramentos, performance, ocupação do espaço público privado, mascaramentos corporais e execução de trilha ao vivo por meio de objetos sonoros.

Processo de criação

Em todos os processos teatrais, a Cóccix Companhia Teatral opta por uma dramaturgia própria, que dialogue diretamente com as experiências e atuações nas periferias, ao mesmo tempo em que usa o teatro épico de Bertolt Brecht e seus elementos para aproximar o espectador das discussões, colocando-o num lugar de espectador ativo, que integra e participa da obra.

Este novo trabalho, criado coletivamente por todos os membros do grupo, dialoga pela primeira vez com um texto teatral, de forma a criar dramaturgia própria, mas tendo como um ponto de partida o estudo de um texto teatral.

Ao longo de nove meses, o elenco e a equipe de produção se dividiu entre leitura de textos, ocupações em espaços diversos da cidade de Belo Horizonte, debates teóricos, treinamentos com base em mascaramentos, ocupações, performance e experimentações cênicas.

Dez anos de teatro político

A estreia neste ano de “A Santa do Capital” é um marco para a história do grupo, uma vez que a companhia, desde o início de sua trajetória preocupa-se em apresentar espetáculos que lancem luz sobre as estruturas sociais e políticas, vistas como minoria política. Até mesmo por isso que as apresentações dos espetáculos não se restringem apenas à região central da capital, como também ocuparão as periferias de Belo Horizonte.

A montagem integra ainda programação de comemorações de dez anos de atuação da companhia Cóccix na capital mineira, que, além do novo espetáculo, realizará apresentações do repertório. Também integram a programação de aniversário da companhia a terceira edição da Mostra Puxadinho, atividades de formação artística e apresentações de espetáculos por meio do Espaço Cultural Cor(tição). A mostra e o espaço cultural são administrados pela Cia. Cóccix e pelo Teatro Negro e Atitude, e as atividades serão realizadas em Venda Nova e em regiões centrais da cidade de Belo Horizonte.

“Ao longo de dez anos, a Cóccix realizou espetáculos, mostras, festivais e oficinas de formação em territórios centrais e, principalmente, em periferias da capital mineira. Essas ações tiveram bastante resultado ao longo desta trajetória, nos permitindo fidelizar um público e criar parcerias junto a artistas e grupos teatrais em toda a cidade. Hoje, mais maduros, temos a oportunidade de refletir e dar continuidade ao desenvolvimento de ações culturais por meio do teatro, afirmando o cunho político da arte por meio de uma pesquisa sólida e continuada”, pontua Rogério Gomes, Diretor artístico e ator da Companhia Cóccix.

SINOPSE:

Espetáculo teatral de ocupação urbana, “A Santa do Capital” é uma livre adaptação do texto “A Santa Joana dos Matadouros”, de Bertolt Brecht. As cenas, que revelam a rua, buscam a investigação dos mascaramentos e totens humanos, metamorfoseados, transfigurados, nos elementos da carne, da fome, da fé, do Capital. Aquele que se sobrepuja à realidade dos miseráveis. Aquele que permite-nos pensar o papel da Santa em meio ao caos da especulação financeira de todos os tempos. Quantas vozes dialéticas possíveis esta Santa dos Flagelados pode ressaltar? Qual Santa nos alimenta o estômago? A serviço de quem ela propaga sua, nossa voz?

FICHA TÉCNICA

Direção: Lenine Martins.

Dramaturgia: Rogério Coelho.

Elenco: Sinara Teles, Jessé Duarte, Marcelo Aléssio, Rafael Bottaro, Rogério Gomes.

Estudo da conjuntura política: Júlia Pereira.

Direção Musical: Sérgio Andrade.

Workshop Sonoro: Diego Poça.

Cenário e Figurino: Marney Heittman.

Artista Plástica: Fernanda Melo.

Produção executiva: Rogério Gomes e Sinara Teles.

Assistente de Produção: Vânia Silvério.

Contrarregragem: Davi Cesário e Samara Teles.

Fotografia e Vídeo: NAUM Audiovisual.

Artista gráfico: Fabrício Trindade.

Iluminação: José Reis.

Assessoria de imprensa: A Dupla Informação

Realização: Cóccix Companhia Teatral.

SOBRE A COMPANHIA CÓCCIX

A Cóccix Companhia Teatral desenvolve, há dez anos, pesquisas artísticas e ações culturais nas regiões centrais e em periferias de Belo Horizonte, onde tem sede desde 2006. Em sua trajetória, desenvolveu projetos que envolvem espetáculos teatrais, oficinas, mostras e festivais municipais e estaduais. Por se tratar de uma companhia de teatro político, as obras criadas apresentam leituras sobre as estruturas políticas e sociais contemporâneas, trazendo à luz pautas de classes diversas, tidas como “minoria política”. As programações culturais, como mostras e festivais, são frutos de ações em coletivos, que pautam o trânsito territorial, o acesso a bens e serviços públicos, a descentralização econômica cultural, políticas culturais e formação política e artística.

As pesquisas artísticas da companhia reúnem as seguintes linguagens: teatro épico de Brecht, teatro físico, ocupação de espaços e máscara teatral e Clow. A companhia realiza oficinas artísticas com base nas pesquisas desenvolvidas, estas são voltadas para a construção de práticas pré-expressivas que visam à criação teatral.

Possui repertório ativo com os espetáculos: “Meu canto de graça” (2010 e 2017), “Pedaço de Homem Cercado de Outro por Todos os Lados” (2010 e 2017)e “Para se tá mal, ensaio de uma manifestação para poder poder” (2013 e 2017), além de festivais como a Mostra InMinas2015 e Mostra Puxadinho 2014/2015.

:: Serviço ::

Apresentação do espetáculo “A Santa do Capital” no Espaço Comum Luiz Estrela

Datas: 18 de março (sábado)

Local: Espaço Comum Luiz Estrela (rua Manaus, 348, São Lucas)

Horário: 20h

Entrada gratuita

:: Contatos para entrevistas ::

Sinara Teles – Integrante da Cia. Cóccix. Atriz e produtora do espetáculo “A Santa do Capital” - (31) 9 9300-8229

Rogério Gomes – Integrante da Cia. Cóccix. Ator e produtor do espetáculo “A Santa do Capital”- (31) 9 9300-8229

Rogério Coelho – Dramaturgo do espetáculo “A Santa do Capital” – 31 98680-2714

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::