Brasil, 19 de Agosto de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Caixa de agregados automatizada duplica produção na concreteira do Grupo Camacon

  • Escrito por  Miriam Leite
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

Caixa de agregados automatizada duplica produção na concreteira do Grupo Camacon

Sistema fabricado pela RCO substitui anterior, manual, e permite salto de produção para 80 m³/hora. Empresa do interior de São Paulo já projeta expansão nos próximos meses

Para a Camacon Concretos, manter o ritmo de fabricação de seu produto é crucial: com a maior parte de seus clientes trabalhando na construção de condomínios residenciais e com demandas diárias, a última coisa que poderia faltar é o concreto. Para atender as expectativas, a empresa optou pela instalação de uma usina completa, responsável por atender a cartela de clientes da empresa com a produção de 40 m³/h. A dinâmica vinha funcionando até que a caixa de agregados do equipamento passou a gerar problemas.

Utilizada pela companhia há 12 anos, a caixa manual demandava supervisão humana para a definição das quantidades de cada agregado de acordo com o tipo de concreto a ser fabricado. Além de impreciso, o método era demorado, pois o operador calculava a porcentagem de cada agregado e acionava manualmente os botões das comportas da caixa para liberação dos materiais.

“Outro problema foi o desgaste da caixa de agregados que passou a exigir paradas constantes na linha de produção”, explica Fernando Camargo, proprietário da Camacon Concretos, unidade do Grupo Camacon. “Foi então que optamos por substituí-la e começamos a procurar por automatização, ou seja, um dispositivo que memorizasse as “receitas” de concreto e tornasse o processo mais padronizado”, completa.

A escolha de Camargo recaiu sobre a Caixa de Agregados tipo P4 automatizada, da RCO, fabricante de Tambaú (SP). O novo equipamento chegou à planta da empresa, em Cabreúva, interior de São Paulo, no início de 2015. “Com ela, não perdemos tempo calculando ou apertando botões. Basta selecionar qual concreto queremos e as comportas abrem e fecham sozinhas e na quantidade ideal”, conta Camargo.

A dinâmica rendeu bons frutos à Camacon. Para se ter uma ideia, a companhia impulsionou sua produção de 40m³/h para 80 m³/h, quantidade suficiente para encher os 10 caminhões betoneiras que fazem a movimentação diária dos concretos produzidos. A expansão igualmente deu fôlego para a concreteira avançar no mercado e atender novos clientes.

Para Leonardo Cavalcante, consultor de Vendas da RCO, a automatização é a principal responsável pela aceleração da produção, mas não é a única. Ele destaca que a Camacon também trocou as correias transportadoras de sua usina de concreto, assim como a antiga balança de cimento. Nos dois casos, a RCO foi a parceira escolhida. “Fornecemos praticamente uma usina de concreto modelo CDR-80 completa, com exceção apenas do silo de cimento. Todo esse conjunto de equipamentos, de construção robusta, tornou a produção de concreto mais confiável,dando fim às constantes manutenções corretivas”, diz.

Com o resultado, o Grupo Camacon – composto pelas áreas de vendas de materiais de construção, concretagem e terraplanagem - já avalia a possibilidade de expansão da divisão de concreto. “Atendemos as cidades localizadas no raio de 100km de nossa sede e a expectativa é que haja um aumento de demanda até o final do ano. Se essa expectativa tonar-se realidade, vamos aumentar nossas instalações e podemos, inclusive, fazer novas parcerias com a RCO”.

Na avaliação de Cavalcante, a parceria entre Camacon e a fabricante é a prova de que a estratégia de negócios da RCO tem dado certo. “Temos investido em pequenos e médios clientes, que aproveitam o momento econômico para se destacar no mercado”, conclui.

Sobre a RCO - www.rco.ind.br

Fundada em 1991, na cidade de Tambaú/SP, a RCO é uma empresa 100% brasileira focada em soluções e qualidade para quem produz, gerando maior eficiência nos processos industriais. Possui duas unidades fabris, que juntas somam aproximadamente 10 mil m², além de uma área para futura expansão, de 50 mil m², ambas localizadas em Tambaú.

Atende ao segmento da construção civil com as centrais de concreto e silos de armazenagem e ao segmento de pneus, automobilístico e industrial geral, fornecendo sistemas de transportadores e logística, equipamentos especiais, caldeiraria e serviços de usinagem em geral.

Com um perfil ousado e inovador a empresa foi fundada por Roque Carlos de Oliveira e é dirigida atualmente pelos filhos, Carlos Donizetti de Oliveira e Roque Carlos de Oliveira Junior, que mantiveram o perfil visionário do pai.

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::