Brasil, 28 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Ambev encerra 2015 com crescimento de 8,0% de receita e de 10,8% de EBITDA no Brasil

  • Escrito por  Grupo Máquina Cohn & Wolfe
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

Foco em plataformas comerciais e investimentos em inovações permitiram bons resultados apesar de volume menor

Mesmo diante de um cenário macroeconômico mais desafiador no Brasil, a Ambev encerrou 2015 com um resultado sólido, devido ao foco em inovações e plataformas comerciais e também beneficiada por suas operações internacionais. A receita líquida da companhia no País foi 8% maior do que a registrada no ano anterior, somando R$ 26,3 bilhões. Já o EBITDA (lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado das operações teve alta de R$ 10,8%, para R$ 14,1 bilhões. No resultado consolidado, a receita da Ambev apresentou crescimento de 12%, para R$ 46,7 bilhões, enquanto o EBITDA somou R$ 22,2 bilhões, um avanço de 12,4%.

Influenciado pelo clima menos favorável no fim do ano, com chuvas mais frequentes, e também pela redução da renda disponível do consumidor em função do ambiente macroeconômico, o volume de cerveja comercializado pela Ambev no Brasil registrou queda de 2,5% no quarto trimestre. No ano, o recuo foi de 1,8%, devido também a uma base de comparação mais difícil em função da realização da Copa do Mundo em 2014. Apesar de um volume menor, o foco da companhia em suas estratégias comerciais se mostrou acertado e permitiu à Ambev o bom desempenho em 2015.

A aposta nas marcas premium é um exemplo disso. O segmento, liderado por Budweiser, Original, Stella Artois e Corona, teve crescimento de dois dígitos ao longo do ano e atualmente representa 10% do volume total de cerveja comercializado pela Ambev.

O fortalecimento das principais marcas da companhia também foi importante para mais esse ano positivo. Após entregar diversas experiências inovadoras para seus consumidores, como Skol Summer On, Tomorrowland, Lollapalooza e a promoção Viva Las Vegas, a Skol foi eleita a marca mais valiosa da América Latina, pelo ranking BrandZ da Millward Brown.

Como parte de sua estratégia, a Ambev busca ainda investir continuamente em inovações para atender os mais diferentes perfis de consumidores e ocasiões de consumo. Só em 2015, a companhia lançou a Skol Ultra, cerveja com menos calorias e carboidratos (99 Kcal em 310 ml) e três novas linhas da Brahma Extra – Lager, Red Lager e Weiss.

Também em 2015, a Ambev trouxe ao mercado a Skol Beats Spirit, novo sabor no segmento “near beer”, como são chamadas as bebidas produzidas à base de malte. Prova do sucesso dos investimentos em inovações, em pouco mais de um ano após o lançamento da Skol Beats Senses, esse novo segmento já representa 1% do volume total de cerveja vendido pela companhia.

A Ambev ainda relançou em 2015 a marca Adriática, cerveja centenária que volta a ser fabricada na nova cervejaria da Ambev em Ponta Grossa (PR). Somada ao trabalho da companhia em inovações, a construção da fábrica no Paraná e também da nova planta em Uberlândia (MG) levou a Ambev a atingir novamente um nível recorde de investimentos no ano passado. Apenas no Brasil, foram investidos R$ 3,1 bilhões. Considerando a operação global da companhia, os investimentos chegaram a R$ 5,2 bilhões.

No segmento de refrigeNANC (refrigerantes, bebidas não-alcóolicas e não-carbonatadas), destaque para o recente lançamento do Guaraná Antarctica na Argentina. A marca, uma das mais queridas pelos brasileiros, também ajudou a Ambev a compensar a retração do setor no Brasil e encerrar o ano com um recorde de participação no mercado de refrigerantes. Além disso, em 2015 o energético Fusion consolidou-se como a terceira marca mais consumida da bebida no País.

“O foco em nossas plataformas comerciais e os investimentos em inovações foram cruciais para alcançar o resultado sólido no Brasil em 2015, mas, ainda mais importante, para construir nossa base para o futuro”, afirma o vice-presidente financeiro e de Relações com Investidores da Ambev, Ricardo Rittes. Para 2016, a companhia espera transformar o cenário macroeconômico mais difícil em uma oportunidade para aprimorar ainda mais sua eficiência. “Historicamente, algumas das nossas apostas mais importantes foram feitas em cenários como o que enfrentamos agora”, explica o executivo.

A companhia também tem diversificado sua oferta de embalagens, investindo nas garrafas retornáveis de vidro, por exemplo. Além de trazerem benefícios indiscutíveis ao meio ambiente, elas podem ser de 20% a 30% mais baratas para o consumidor. Nos supermercados, o volume de retornáveis comercializado pela Ambev dobrou nos últimos três meses de 2015, quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Já nos bares, a empresa tem reforçado a presença das garrafas retornáveis de 1 litro, opção também mais econômica para o consumidor.

Resultado 4T15 X 4T14

Ambev consolidado

No quarto trimestre de 2015, o EBITDA ajustado da Ambev totalizou R$ 8 bilhões, o que representa um crescimento orgânico de 7% frente ao mesmo período do ano anterior. A receita líquida da companhia avançou 10,4% entre outubro e dezembro, somando R$ 15,3 bilhões. Já o lucro líquido ajustado da companhia no consolidado foi de R$ 4,4 bilhões no período, queda de 7,9%. O volume total de vendas da Ambev no quarto trimestre alcançou 47,9 milhões de hectolitros, queda de 3,3% na comparação com o quarto trimestre de 2014.

Ambev Brasil

Considerando apenas as operações da Ambev no Brasil, o EBITDA ajustado da companhia apresentou um crescimento orgânico de 8% no quarto trimestre de 2015, chegando a R$ 5,2 bilhões. A receita líquida no País totalizou R$ 8,5 bilhões, um aumento de 7% na comparação com o quarto trimestre de 2014.

O volume total de vendas da Ambev no Brasil foi de 32,7 milhões de hectolitros no trimestre, o que representa recuo 3,5% na comparação anual. Desse total, foram comercializados 24,4 milhões de hectolitros de cerveja nos últimos três meses de 2015, uma redução de 2,5%. Já a venda de refrigeNANC (refrigerantes, bebidas não-alcóolicas e não-carbonatadas) teve queda de 6,4%, para 8,3 milhões de hectolitros no trimestre.

Resultado 2015 X 2014

Ambev Consolidado

A Ambev terminou o ano de 2015 com alta de 12,4% no EBITDA (lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado, para R$ 22,2 bilhões, e crescimento de 12% na receita líquida, somando R$ 47,6 bilhões. O lucro líquido ajustado da companhia somou R$ 13,2 bilhões no ano passado, uma alta de 6,3% na comparação com 2014.

Ambev Brasil

Em 2015, o EBITDA ajustado das operações brasileiras da Ambev teve aumento de 10,8% em relação ao ano anterior, para R$ 14,1 bilhões. No ano, a receita líquida da cervejaria subiu 8%, somando R$ 26,3 bilhões.

O volume de bebidas comercializado pela companhia no País caiu 2,7%, totalizando 114,3 milhões de hectolitros. Em cerveja, o volume de vendas de 2015 foi de 85,3 milhões de hectolitros, queda de 1,8%. Já o volume de refrigeNANC vendido foi de 29 milhões de hectolitros, redução de 5,2%.

Investimentos

Os investimentos da Ambev em 2015 mantiveram o patamar recorde registrado no ano anterior. Foram investidos R$ 5,2 bilhões em todos os 18 países onde a companhia atua, dos quais R$ 3,1 bilhões no Brasil.

As demonstrações completas dos resultados financeiros da Ambev do quarto trimestre de 2015 estão disponíveis no site: www.ambev.com.br/investidores

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Ao se cadastrar, você aceita todos os Termos e Condições de Uso do Segs.com.br que consta no rodapé de todas as páginas do SEGS.