Brasil, 26 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

A Austrália é reconhecida mundialmente como um fornecedor de carne de qualidade. O que o país tem a nos ensinar?

Fernando Saltão Fernando Saltão

O mais importante evento de pecuária da América Latina reuniu Matthew George, diretor Bovine Dinamics Consulting, da Austrália, e o professor da Fundação Dom Cabral, Elton Mattos Silva, para tratar dos desafios de vende bem a carne bovina brasileira.

A Austrália é o terceiro maior exportador mundial de carne bovina, atrás do Brasil (líder) e dos Estados Unidos. Além dessa importante presença no comércio internacional, o país da Oceania tem sua imagem associada à carne de qualidade. Internamente, faz um excelente trabalho de congregação dos pecuaristas, indústria e varejo. Afinal, qual o segredo da Austrália e o que o país tem a ensinar à cadeia da carne bovina brasileira? Esse foi o tema apresentado por Matthew George, diretor Bovine Dinamics Consulting, na 9ª Interconf, que termina hoje em Goiânia (GO). “Acho que nosso maior mérito é entender as expectativas dos nossos clientes e nos estruturar internamente para fornecer os produtores que os importadores desejam. A união da cadeia é vital nesse projeto. Apenas com a junção dos interesses coletivos é que a pecuária australiana pôde atingir o nível de eficiência atual, seja segmentando grupos de animais em diversos nichos seja ajustando à produção ao vaivém do mercado, mesmo considerando uma estiagem prolongada, que em muitos momentos nos tirou competitividade”.

A mensagem de Matthew George respondeu a vários questionamentos de Elton de Mattos Silva, professor associado na Fundação Dom Cabral. Que discutiu na Interconf os caminhos para a venda da carne brasileira com eficiência tanto em volume quanto em quantidade. “Qualquer um pode comprar o seu produto, mas você precisa entender as percepções que geram valor ao cliente para desenvolver sua estratégia de atendimento, marketing e produção. O conselho número um é exatamente este: estabeleça com clareza quem é o seu cliente e se prepare para responder com assertividade aos desejos dele”, recomenda o especialista.

Fortalecimento da carne brasileira – O painel foi encerrado por Fernando Saltão, CEO da Associação Nacional dos Pecuaristas (Assocon), promotora da Interconf. Saltão descreveu o trabalho realizado pela entidade nos últimos meses, cujo foco é a valorização da carne brasileira tanto no mercado interno quando no comércio internacional. Uma das lutas da Assocon é a abertura de mercado. O desafio da vez é fazer o Brasil participar da Cota 481, da União Europeia.

“Aguardamos para as próximas semanas resposta da UE ao nosso pleito. A Cota 481 é uma excepcional oportunidade para a carne brasileira, já que possibilita a exportação de praticamente todos os cortes e partes do boi sem taxação. A título de comparação, a Cota Hilton exige pagamento de 20% de taxa para entrada na Europa”, explica o CEO da Assocon. 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Ao se cadastrar, você aceita todos os Termos e Condições de Uso do Segs.com.br que consta no rodapé de todas as páginas do SEGS.