Brasil, 25 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Indústria cimenteira é uma das mais versáteis no uso de fontes renováveis de energia

Indústria cimenteira é uma das mais versáteis no uso de fontes renováveis de energia

Coprocessamento realizado pela Votorantim Cimentos contribui para reduzir passivos ambientais provenientes de outras atividades industriais e do agronegócio

Qualidade e eficiência continuam sendo atributos importantes para a competitividade das empresas, mas diante dos desafios ambientais, destacam-se ainda mais aquelas que desenvolvem iniciativas que contribuam para a preservação do meio ambiente. Na indústria, a produção com fontes renováveis de energia apresenta bons resultados, a ponto de impulsionar novos estudos para diversificação das fontes e, com isso, reduzir a geração de passivos ambientais.

Exemplo dessa inovação contínua em prol do meio ambiente está no setor cimenteiro, no qual a Votorantim Cimentos, após a bem-sucedida implantação do sistema de coprocessamento de pneus, tem ampliado o aproveitamento de outros resíduos, como a biomassa, para substituir os combustíveis fósseis em seu processo produtivo. Quando utilizada como fonte de energia, a biomassa libera baixíssimas quantidades de poluentes, o que ajuda a diminuir a geração de gases de efeito estufa.

No Estado de Mato Grosso, onde a Votorantim Cimentos conta com duas unidades, em Cuiabá e no município de Nobres, a 120 km da capital, a previsão de coprocessamento de biomassa, em 2016, é de mais de 54 mil toneladas. Entre os resíduos que as fábricas coprocessam está a palha de arroz, que corresponde a mais de 50% do total de volume de biomassa aproveitado nas unidades. Em 2016, as fábricas de Cuiabá e Nobres devem coprocessar, aproximadamente, 31.700 toneladas de palha de arroz, entre palha in natura e em briquete (blocos compactos).

Segundo o gerente da área de Coprocessamento da Regional Centro-Norte da Votorantim Cimentos, César Antônio Moreira, o coprocessamento de palha de arroz desempenha uma importante contribuição para os produtores que buscam destinar corretamente esses resíduos, sobretudo considerando o cenário de Mato Grosso, um dos estados que mais produz o cereal no País.

“A consolidação do coprocessamento de pneus abriu portas para ampliarmos o aproveitamento de resíduos. Em Mato Grosso, temos uma parceria consistente com a cadeia do agronegócio há mais de 10 anos e recebemos não só palha de arroz como também outras biomassas, como cavaco de madeira e briquete de serragem. Além disso, estamos abertos para formar parcerias com as indústrias que também precisam destinar corretamente resíduos industriais.”disse.

O coprocessamento nas unidades da Votorantim Cimentos, em Mato Grosso, conta com licenciamento ambiental da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). Ao investir na substituição de combustíveis fósseis com o uso de resíduos no forno de clínquer, matéria-prima na produção de cimento, a empresa ajuda a reduzir o passivo ambiental dos municípios, diminuindo a quantidade de resíduos destinados aos aterros sanitários. A medida ainda evita a emissão de gases, como o metano, que são prejudiciais à saúde humana e aumentam o efeito estufa.

Saiba mais - Cada brasileiro produz em média 383 quilos de lixo por ano. O Brasil gera, anualmente, 63 milhões de toneladas de resíduos sólidos. A quantidade de lixo cresceu 21% só na última década, mas o tratamento adequado dado a esses resíduos não aumentou. Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, só 3% dos resíduos sólidos produzidos nas cidades brasileiras são reciclados, apesar de 1/3 de todo o lixo urbano ser potencialmente reciclável. O combustível derivado de resíduos pode, portanto, ser uma importante ferramenta de desenvolvimento sustentável para as economias regionais.

Contribuindo para a destinação adequada, a Votorantim Cimentos foi responsável por 1/3 do total de resíduos coprocessados pelas indústrias de cimentos no País, que foi de 1,5 milhão de toneladas, em 2015. Todas as suas unidades cumprem as normas específicas de qualidade da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

A empresa possui como meta utilizar 30% de combustíveis não fósseis em suas fábricas até 2020. No Brasil, a Votorantim Cimentos já alcançou o patamar de 16%, em 2015, em 15 unidades, distribuídas em 11 estados e no Distrito Federal. Outra meta é reduzir as emissões de CO2 por tonelada de cimentícios em 25%, em comparação com os níveis registrados em 1990. Em 2015, a empresa já atingiu o índice de 22,6%.

Sobre a Votorantim Cimentos

Presente no negócio de materiais de construção (cimento, concreto, agregados e argamassas) desde 1933, a Votorantim Cimentos é uma das maiores empresas globais do setor, com capacidade produtiva de cimento de 56,8 milhões de toneladas/ano e receita líquida de R$ 14 bilhões, em 2015. A Votorantim Cimentos possui unidades estrategicamente localizadas próximas aos mais importantes mercados consumidores em crescimento e está presente em 13 países, além do Brasil: Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, China, Espanha, Estados Unidos, Índia, Marrocos, Peru, Tunísia, Turquia e Uruguai.

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Ao se cadastrar, você aceita todos os Termos e Condições de Uso do Segs.com.br que consta no rodapé de todas as páginas do SEGS.