Brasil, 29 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Colômbia: deportação de cubanos e silêncio do Papa Francisco

  • Escrito por  Agência Boa Imprensa – (ABIM)
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

O presidente José Manuel Santos, da Colômbia, acaba de regressar de Havana, onde anunciou, juntamente com o ditador Castro e as FARC, que está próximo um “acordo final de paz” que beneficiará generosamente os narcoguerrilheiros colombianos.

Em sentido diametralmente oposto, em uma de suas declarações públicas na Colômbia após chegar de Havana, Santos advertiu com inusitada gravidade que os aproximadamente 1.300 cubanos que fugiram da Ilha-prisão e que se encontram na cidade de Turbo (na selva Darién), na fronteira com o Panamá, serão inexoravelmente deportados para Cuba.

Essa desumana decisão foi confirmada pelo diretor de Imigração da Colômbia, Christian Krüger, que ao sair de uma reunião com o presidente Santos afirmou com não menor crueldade: “Aqueles que não abandonarem o país voluntariamente serão deportados.”

A severidade de tal afirmação é agravada pelo fato de que, para os 1.300 cubanos — entre os quais há crianças, anciãos e mulheres grávidas — deixarem “voluntariamente” o país, significa que deverão penetrar na selva de Darién, uma das mais fechadas e perigosas da América Latina e do mundo, empurrando-os para a morte quase certa.

Enquanto isso, o Papa Francisco, que durante sua visita a Cuba prometeu ir à Colômbia se o “acordo de paz” com as FARC fosse assinado, e que tanto falou sobre os direitos humanos dos imigrantes, pelo que nos consta, permanece em silêncio sobre o drama desses mais de mil cubanos prestes a serem devolvidos à Ilha-prisão. Por que as palavras do Papa e as posições “politicamente corretas” se aplicam somente aos imigrantes, sobretudo os muçulmanos, sendo delas excluídos os cubanos que fogem do regime comunista?

Trata-se de uma cruel injustiça e falta de misericórdia para com os oprimidos pelo regime comunista que clamam aos céus. Como explicar o silêncio do Papa Francisco ante o drama desses infelizes cubanos?

(*) Notas de “Destaque Internacional”. Documento de trabalho, em 4 de agosto de 2016. Este texto, traduzido do original espanhol por Paulo Roberto Campos

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Ao se cadastrar, você aceita todos os Termos e Condições de Uso do Segs.com.br que consta no rodapé de todas as páginas do SEGS.