Brasil, 25 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Abertura das Olimpíadas 2016 pede atenção para mudanças climáticas

Na última sexta-feira, as atenções estavam focadas no Rio de Janeiro e os brasileiros não decepcionaram. Mais do que isso, aproveitaram para mandar uma mensagem importante para todo o mundo: é preciso repensar nossos hábitos para conter as mudanças climáticas. Em meio a apresentações de dança, cantores e outros artistas, dados sobre a emissão de gases de efeito estufa, o degelo da calota polar, a elevação do nível do mar e outras consequências das mudanças climáticas dividiram os holofotes da abertura das Olimpíadas 2016. A mensagem de alerta permeou toda a cerimônia, desde a mostra sobre a descoberta do Brasil, até o lançamento dos cinco anéis olímpicos que se tornaram uma floresta, em frente ao público do estádio do Maracanã.

A pira olímpica, acesa pelo atleta Vanderlei Cordeiro de Lima, é a menor da história dos jogos, exatamente para alertar sobre a emissão de gases poluentes no mundo. Esse é apenas um símbolo para alertar sobre a mudança de hábitos que deve ser realizada o quanto antes. Na opinião de Rachel Biderman, diretora do World Resources Institute (WRI – Brasil) e membro da Rede de Especialistas de Conservação da Natureza (RECN), não faltam provas da crise climática e sua ligação à ação humana. “As maiores evidências são o derretimento do gelo nos polos e topos de grandes cadeias montanhosas, a elevação do nível do mar pelo excesso de água do derretimento do gelo, o consequente desaparecimento de ilhas (e países ilha), o surgimento de ‘refugiados do clima’ a pedirem asilo, secas extremas, inundações e furacões descontrolados”, explica. Segundo ela, doenças tropicais em ascensão, como a dengue e o vírus Zika, por exemplo, também servem de exemplos reais do que antes só a ficção trazia.

Embora cientistas afirmem que o clima sofre mudanças em intervalos de aproximadamente 30 anos, os efeitos das mudanças climáticas ocorrem em intervalos menores e podem ser bem perceptíveis. Para Rafael Loyola, diretor do Laboratório de Biogeografia da Conservação e professor da Universidade Federal de Goiás e membro da RECN –, o exemplo mais claro são as mudanças e intensificação de extremos do tempo. “Sabe quando você ouve falar que choveu em duas horas o que era esperado para o mês inteiro? Ou que esse é o terceiro ano mais quente registrado desde 1950 na sua cidade? Isso são efeitos previstos pelos cientistas das mudanças climáticas”, analisa ele.

A exemplo da festa de abertura das Olimpíadas, chamar a atenção para a causa defendida por muitos é um dos caminhos para frear os danos causados ao ambiente. Outras iniciativas como a conservação das áreas naturais do planeta e a redução do desmatamento e degradação são opções eficazes e urgentes para combater as mudanças climáticas, pois a vegetação nativa contribui para a retirada do gás carbônico da atmosfera e estoca o carbono (grande vilão do aquecimento global) sob a forma de folhas, troncos e raízes. Loyola explica que a natureza oferece serviços que são muito caros, nos dois sentidos da palavra, ao ser humano: “para barrar o aumento do nível do mar seria preciso construir diques, que são caros e complexos; no entanto, os manguezais fazem isso de graça, desde que sejam preservados”.

Rachel Biderman e Rafael Loyola são membros da Rede de Especialistas de Conservação da Natureza, uma reunião de profissionais, de referência nacional e internacional, que atuam em áreas relacionadas à proteção da biodiversidade e assuntos correlatos, com o objetivo de estimular a divulgação de posicionamentos em defesa da conservação da natureza brasileira. A Rede foi constituída em 2014, por iniciativa da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Ao se cadastrar, você aceita todos os Termos e Condições de Uso do Segs.com.br que consta no rodapé de todas as páginas do SEGS.