Brasil, 25 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Frota pesqueira nacional precisa urgentemente de mudanças

  • Escrito por  Conteúdo Empresarial – Comunicação Integrada
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

Mercado não atende as normas vigentes e apresenta muitos problemas, afirmam especialistas.

O mercado de pesca brasileiro levanta discussões há algum tempo sobre o atual cenário do segmento e sobre a necessidade de uma revitalização da frota pesqueira nacional, a adequando às exigências ambientais, sanitárias e trabalhistas em vigor. De acordo com representantes de entidades reguladoras do setor, essa é uma indústria que precisa de mudanças urgentes.

Segundo o extensionista da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (FIPERJ), Filipi Soares, a frota pesqueira nacional não atende as exigências regulatórias de forma satisfatória, pelo contrário, deixa a desejar. “As embarcações desse segmento, em geral, são defasadas e não conseguem atender as normas vigentes. A área pesqueira brasileira ainda é muito antiquada, falta mais rigor nas fiscalizações e mais profissionais que possam executá-las de fato”, afirma.

Para ele, além disso, há diversos outros fatores que atrapalham o desenvolvimento desse setor, como a falta de recursos, agravada naturalmente por causa da atual situação econômica do país, e a falta de padronização das embarcações. “Cada embarcação é feita de um maneira aqui no Brasil, com uma motorização diferente, o que dificulta bastante um estudo da viabilidade de troca de frota”, ressalta.

O Secretário Municipal de Pesca e Aquicultura de Angra dos Reis, no estado do Rio de Janeiro, Júlio Magno Ramos - que estará no Seminário Frota Pesqueira, durante a 13ª edição da Marintec South America - aponta ainda outros problemas do setor. “Atualmente enfrentamos muitas dificuldades, como os altos custos de produção e, no caso do Rio de Janeiro especificamente, a política agressiva de impostos do Estado aos longo dos anos, o que afastou a maioria das indústrias do ramo e as fez irem para outros polos”, pondera.

Meio Ambiente - Júlio reforça que outro problema que o setor enfrenta são as leis ambientais. Para ele, elas são completamente antigas, ultrapassadas e pouco eficientes. “Além do mais, as poucas novas legislações estão sendo implementadas sem o devido debate com o setor”.

Já o superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Zilto Freitas, afirma que, de um ponto de vista ambiental, existem pelo menos cinco grandes razões para uma renovação da atual frota pesqueira e dos equipamentos de pesca utilizados. “Adequar a frota nacional à biomassa e à sustentabilidade das espécies nas zonas visadas de captura, de maneira a garantir a continuidade dos estoques de peixes e consequentemente da própria atividade. Reduzir os danos aos fundos marinhos, em particular pelas redes de arrasto. Reduzir as perdas da fauna aquática por causa da ‘pesca fantasma’ (com equipamentos como redes de espera, espinhéis e covos). Diminuir os gastos energéticos, assim como reduzir o consumo de combustíveis. E diminuir a emissão de gás carbônico no meio ambiente ”.

Soluções - Por outro lado, Filipi, que palestrará sobre as alternativas para revitalizar a frota nacional na Marintec, defende que uma ação conjunta entre iniciativa pública e privada poderia proporcionar resultados melhores o quanto antes. “Quanto mais gente ajudando melhor, porque o poder público, dependendo do setor, não tem fôlego para fazer tudo sozinho. Então se houver empresas que possam ajudar seria importante”, declara.

Com o intuito de colaborar para o desenvolvimento desse setor, a FIPERJ concede todo o apoio técnico ao segmento e aos seus profissionais. “Temos iniciativas de auxílio no financiamento de embarcações e peças, programas de apoio para os pescadores conseguirem a declaração de aptidão ao Programa Nacional de Alimentação Familiar (PRONAF), entre outras”, alega Filipi.

A Secretaria Municipal de Pesca e Aquicultura de Angra dos Reis, por sua vez, pontua as medidas que está tomando. “Estamos atuando para conseguir a legalização total da frota pesqueira na região, assim como conseguimos, junto ao Estado, regulamentar a isenção de ICMS sobre o óleo diesel”, completa Júlio.

O IBAMA vem atuando diretamente na fiscalização ambiental do setor, autuando os infratores que não respeitam a atual legislação em vigor. “Também coordenamos ações de educação ambiental, voltadas à sustentabilidade dos nossos recursos costeiros e oceânicos”, conclui Zilto, que também marcará presença na 13ª Navalshore.

Seminário - Com o objetivo de debater todos esses temas, entre muitos outros, representantes de órgãos governamentais federais, estaduais e de agências reguladoras do segmento se reúnem no Seminário Frota Pesqueira, no dia 19 de setembro, a partir das 14 horas.

Além da FIPERJ, do IBAMA e da Secretaria de Pesca e Aquicultura de Angra dos Reis, o evento contará também com a presença do Comando do Controle Naval do Tráfego Marítimo (COMCONTRAM), da Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC), do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-graduação e Pesquisa em Engenharia (COPPE-UFRJ) e do Sindicato dos Armadores de Pesca do Rio de Janeiro (SAPERJ). O seminário ocorrerá paralelamente à Marintec South America, que será realizada no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro, entre os dias 19 e 21 de setembro.

Sobre a Marintec South America - www.marintecsa.com.br

A Marintec South America - Navalshore é a principal plataforma de negócios para alavancar inovações e conectar-se com a comunidade marítima da América do Sul. Ponto de encontro da indústria, reúne armadores, estaleiros, fabricantes e fornecedores, nacionais e internacionais em prol do aumento da produtividade, da qualificação profissional, do fomento de novas tecnologias, investimentos e da demanda e oferta para toda a cadeia. Em 2016, acontece de 19 a 21 de setembro, no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro (RJ). São 11 mil m², mais de 370 marcas expositoras, 17 países e 8 pavilhões internacionais. Paralelamente à feira, também serão realizadas a Conferência Fórum de Líderes, o Seminário de Renovação da Frota Pesqueira e ações de capacitação profissional, além do espaço para inovações de expositores.

Sobre a UBM Brazil - www.ubmbrazil.com.br

A UBM é líder global em mídia de negócios e segunda maior organizadora de eventos no mundo, com expertise reconhecida em promover e incentivar o networking e os negócios entre empresas dos mais diversos segmentos de mercado. Presente em 20 países, nos cinco continentes, com 5.000 funcionários, atuando em dezenas de setores que vão da alta tecnologia à moda e ao setor de saúde. Conecta profissionais dos diversos segmentos da indústria, tais como Construção Civil, Transporte de Carga, Logística e Comércio Internacional, Portos, Terminais e Armazéns, Tecnologia e Eletrônica, Indústria Médica e Farmacêutica, Ingredientes Alimentícios, Metroferroviária e Naval. Saiba mais: ubmbrazil.com.br

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar

Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese Afrikaans Albanian Arabic Armenian Azerbaijani Basque Belarusian Bengali Bosnian Bulgarian Catalan Chinese (Simplified) Chinese (Traditional) Croatian Czech Danish Dutch English Estonian Filipino Finnish French Galician Georgian German Greek Haitian Creole Hebrew Hindi Hungarian Icelandic Indonesian Irish Italian Japanese Khmer Korean Lao Latvian Lithuanian Macedonian Malay Maltese Mongolian Nepali Norwegian Persian Polish Romanian Russian Serbian Slovak Slovenian Somali Spanish Swahili Swedish Thai Turkish Ukrainian Urdu Vietnamese Welsh Yiddish

Ao se cadastrar, você aceita todos os Termos e Condições de Uso do Segs.com.br que consta no rodapé de todas as páginas do SEGS.