Brasil, 1 de Outubro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Em um ano, pedidos em restaurantes de Belém crescem 1100% com inserção de tecnologia para delivery de comida

Apesar de cenário econômico instável em 2015, estabelecimentos conseguiram driblar a crise com a ajuda do iFood

Segundo levantamento feito pelo iFood (www.ifood.com.br), os estabelecimentos de Belém (PA), que utilizaram a plataforma de delivery de comida no último ano cresceram juntos, o equivalente a 1100% em número de pedidos em relação a 2014. O estudo foi elaborado de janeiro a dezembro de 2015, a partir de 60 mil pedidos computados e 60 restaurantes cadastrados.

A pesquisa ainda mostra que quando analisado somente o crescimento de pedidos durante o ano 2015, o aumento foi de 252%. "Apesar do cenário econômico desfavorável para muitas empresas no ano passado, o delivery de comida não para de crescer. Prova disso são os números positivos de nossa pesquisa", comenta Bruno Rossi, Gerente Regional do iFood no Nordeste.

Um dos exemplos de crescimento é o Dr. Temaki, restaurante especializado em culinária japonesa, que identificou que a inserção da tecnologia foi uma estratégia adotada corretamente, pois o crescimento do delivery foi perceptível e já ocupa um espaço considerável no faturamento. "Possuir uma alternativa assim, é permitir que outras pessoas conheçam seus produtos, seu estabelecimento e se tornem clientes assíduos conforme sua qualidade. As pessoas estão saindo menos de casa, assim nossas entregas já representam uma expressiva fatia do nosso faturamento" detalha Sérgio Leal Guerra, sócio-diretor do restaurante.

Comportamento do consumidor

Os dados da pesquisa do iFood também apontam que os consumidores de Belém gastam, em média, R$ 48,00 com delivery de comida. Os lanches e as pizzas são os preferidos pelos belenenses, representando 48% dos pedidos e ticket médio de R$ 42 e R$ 53, respectivamente. Em terceiro na preferência está a comida japonesa, com 16% de participação e valor médio gasto de R$ 65, seguida pelas carnes (10% e R$ 61) e a cozinha chinesa (10% e R$ 55).

Já em relação aos bairros com maior ticket médio da cidade, a região do São Brás é a de maior valor gasto no serviço, ela possui um ticket médio de R$ 51. Em seguida está Nazaré, com valor médio gasto de R$ 50, depois Umarizal (R$ 49), seguido de Marco (R$ 48) e, por fim, Pedreira (R$ 47).

Na região do Umarizal foi registrado o maior número de pedidos, 4.800 solicitações, representando 8%. Seguido do Marco e Nazaré, que representam 7% e 4.200 mil solicitações, respectivamente. Pedreira (6% e 3.600 mil) e São Brás (4% e 2.400 mil) fecham a lista.
Além do ticket médio, a pesquisa também apurou a taxa de entrega média da cidade, que ficou em R$ 7,00. "O valor comprova a comodidade do serviço. Mesmo com a taxa de entrega, um pedido por delivery acaba saindo mais barato do que todos os custos que o consumidor teria se deslocasse até um restaurante", defende Bruno.

Sobre o iFood

O iFood, plataforma líder de delivery online de comida no Brasil, permite a solicitação de pedidos de comida via internet e aplicativos móveis disponíveis nos sistemas operacionais iOS, Android e Windows Phone. A companhia conta com a participação de grupos como a Movile - um dos maiores grupos do mercado de aplicativos mobile do mundo - e a Just EAT - maior grupo de pedidos online do mundo, com um valor de mercado estimado em US$ 4 bilhões. Atualmente, a empresa mantém presença em mais de 100 das principais cidades economicamente ativas do Brasil. Contando com mais de 10 mil restaurantes ativos, o iFood registra em média, 1,7 milhão de pedidos mensais e valor transacionado anual de R$ 750 milhões aos restaurantes. O objetivo é expandir o serviço para outras cidades e estados do País, atingindo mais de 25 mil estabelecimentos e redes de alimentação até o final de 2016. Mais informações em www.ifood.com.br.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish