Brasil, 26 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Empresas curitibanas focam na América do Norte

Segundo especialistas, atual momento do Brasil é positivo para que empresas invistam em mercados consolidados, como Estados Unidos e Canadá

Conquistar o mercado nacional já não é mais o limite para muitas empresas curitibanas. Nos últimos anos, tem crescido consideravelmente o número de empreendedores que vislumbram uma expansão para o exterior, principalmente para a América do Norte. Para atingir o objetivo, muitas delas reestruturam seus serviços, lançam novos produtos e firmam parcerias estratégicas.

O sonho de ver seus produtos nos Estados Unidos fez a Way Beer, uma das principais cervejarias artesanais do Brasil, tirar do papel um projeto audacioso. “Passamos dois anos desenvolvendo um projeto de exportação consistente, que teve início no final de 2015. Começamos a desenvolver uma linha de produtos com potencial para atingir o mercado norte-americano, pois estamos tratando de um público cervejeiro mais maduro. Ou seja, não poderíamos trabalhar com estilos de cervejas que podem ser facilmente encontrados nos Estados Unidos, e foi aí que começamos a investir em linhas especiais para exportação”, detalha Alejandro Winocur, sócio-proprietário da Way Beer.

Em um primeiro momento, a cervejaria paranaense disponibilizou a exportação de sete rótulos, disponibilizados em Chopp e garrafas, entre eles quatro desenvolvidos exclusivamente para serem comercializados nos Estados Unidos (Sour Barley Wine, Sour Me Not – Caju, Amburana Barley Wine e Farmhouse Ale – Gabiroba). “A linha Sour Me Not, por exemplo, é bem peculiar e aposta em ingredientes com a cara do Brasil, como o Caju e a Graviola. Além disso, todas as cervejas exportadas têm um conceito diferenciado, que traz um pouco de toda a experiência e inovação da Way, como é o caso da nossa clássica Amburana Lager, maturada em Amburana Cearensis, uma madeira genuinamente nacional”, explica o cervejeiro e sócio-proprietário da Way Beer, Alessandro Oliveira.

Para entrar no mercado norte-americano, a Way Beer buscou uma parceira que tivesse uma grande experiência na distribuição de cervejas artesanais. “Firmamos uma parceria especial com uma das principais distribuidoras de cervejas dos Estados Unidos. Eles atuam há mais de 30 anos no segmento e são responsáveis por levar para o país algumas das maiores e melhores cervejas artesanais do planeta. Hoje, o público já pode encontrar nossos produtos em alguns dos principais bares e casas de cervejas dos Estados Unidos”, completa Alejandro Winocur.

Exportando tecnologia

Outra empresa curitibana que vislumbra uma atuação no fascinante mercado norte-americano é a NextAge, companhia que desenvolve sistemas personalizados. Atuando na América Latina desde 2015, agora a NextAge foca no mercado dos Estados Unidos e, também, do Canadá. Sediada em Curitiba, a empresa teve um crescimento anual de 30% em seus negócios nos anos de 2012, 2013 e 2014.

No primeiro semestre deste ano, a empresa viajou para participar de encontros e eventos internacionais, entre eles o Midsize Enterprise Summit, um dos principais eventos de Tecnologia da Informação (TI) dos Estados Unidos, que aconteceu em Indianópolis no início de maio. A iniciativa reuniu tanto empresários quanto empresas interessadas em contratar serviços de TI, somando mais de 200 representantes de companhias.

“Acreditamos que o Brasil é uma ótima opção em serviços de TI para a América do Norte. As empresas de lá estão vendo com bons olhos o Nearshore ao invés de países como a Índia, por exemplo”, explica Juliano Haus, diretor de Novos Negócios da NextAge. De acordo com ele, os americanos e os canadenses confiam na qualidade dos profissionais de TI do Brasil. “Há grande exigência do mercado do exterior, mas estamos preparados para executar os projetos da melhor maneira possível, assim como atuamos com nossos clientes locais”, conta Haus.

A missão internacional teve o objetivo de compreender as necessidades das empresas da América do Norte, demonstrar os serviços da NextAge e estabelecer parcerias. “Estamos muito satisfeitos com o resultado. Conseguimos visualizar várias demandas e mostramos como a NextAge pode auxiliar as empresas a reduzirem custos e otimizar processos”, ressalta o diretor de Novos Negócios. “Nosso objetivo agora é amadurecer as ideias e fecharmos negócios, pensando em estabelecer a empresa no exterior”, projeta. Nos próximos dois anos, a companhia pretende investir cerca de US$ 100 mil com o objetivo de firmar sua marca na América do Norte.

O momento ideal

Para o economista Carlos Alberto Decotelli, professor do ISAE/FGV, de Curitiba, o momento é propício para empresas que pretendem investir no exterior, principalmente em países com laços econômicos com o Brasil, como Canadá e Estados Unidos. “Para ter sucesso, as empresas precisam analisar as mudanças ao seu redor, com estratégias de curto, médio e longo prazo, que devem ser atualizadas a partir das tendências no mercado. Analisando a atual situação do mercado brasileiro, hoje é um ótimo momento para investimentos no exterior, seja com a exportação de produtos ou com a implantação de unidades físicas. Além de terem uma boa relação econômica com o Brasil, Canadá e Estados Unidos têm políticas de incentivo muito interessantes para empresas que pretendem atuar no país”, detalha.

Segundo o especialista, Canadá e Estados Unidos oferecem encargos atraentes para que novas empresas invistam em seu solo, além de serem países extremamente organizados e estáveis. Já para empresas que pretendem exportar produtos, Decotelli sugere que elas invistam em produtos de excelência, que representem qualidade e inovação, pois seus produtos irão competir em um mercado pragmático e exigente. “Além disso, é muito importante que as empresas brasileiras estudem muito as estruturas regulamentares e os aspectos contábeis, além de analisar casos de sucesso de empresas brasileiras que já atuam no exterior”, completa.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Ao se cadastrar, você aceita todos os Termos e Condições de Uso do Segs.com.br que consta no rodapé de todas as páginas do SEGS.