Brasil, 29 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Dia dos Namorados: IBEDEC-GO orienta sobre direitos dos consumidores em restaurantes e eventos

Vários estabelecimentos de Goiás estão com programação especial para o próximo final de semana em comemoração ao Dia dos Namorados, 12 de junho. O Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo - Seção Goiás (IBEDEC-GO) orienta os consumidores sobre ressarcimento devido ao cancelamento de reservas, propaganda enganosa, legalidade da cobrança de taxas e perda de comanda.

O consumidor tem direito de receber parte do valor pago em reserva caso ele cancele sua participação antes do evento. O presidente do IBEDEC-GO, Wilson César Rascovit, explica que a retenção total dos valores é proibida pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC). “A questão sobre valores a serem ressarcidos e o prazo para sua desistência é polêmica. Entendemos que os valores devem seguir os pacotes hoteleiros, ou seja, a retenção de 10 a 20% do valor pago e o prazo para desistência podendo ser realizado no mesmo dia da data comemorativa”, expõe. Além disso, ele orienta que o consumidor verifique a política do fornecedor antes de efetuar a reserva.

Os itens anunciados em propaganda (cardápio e atrações, por exemplo) devem ser garantidos. Caso haja divergência entre o anunciado e o ofertado no evento, o consumidor poderá fazer uma reclamação junto ao PROCON de sua cidade e ingressar com uma ação de indenização por danos materiais e morais. Essa ação poderá ser proposta junto ao Juizado Especial Cível. “Caso tenha a oportunidade de conseguir testemunhas no dia dos fatos, isso lhe ajudará em muito caso ele queira ingressar com ação de indenização”, argumenta Rascovit.

Outro ponto de dúvidas entre os clientes é a exigência de pagamento de taxa de rolha (taxa cobrada para o consumidor levar sua própria bebida para o restaurante). De acordo com o presidente do IBEDEC-GO, a cobrança pode ser realizada e é justificada pelas despesas operacionais do estabelecimento com copos, taças, adegas e garçons. No entanto, esta cobrança deve ser informada. “O estabelecimento pode realizar essa cobrança desde que fique claro ao consumidor, através de cartazes, cardápio ou pelo próprio garçom. Porém, não se pode exigir consumação mínima naquele estabelecimento”, enfatiza.

Em caso de extravio de comanda, o IBEDEC-GO alerta que a multa fixada por alguns estabelecimentos é ilegal. Caso o consumidor perca sua comanda ele deve explicar ao gerente o ocorrido, propondo pagar o que consumiu. Caso o gerente ou proprietário se negue a receber apenas o que foi consumido, a orientação é pagar a multa exigida e reaver o valor pago em dobro junto ao Poder Judiciário, além dos danos morais. Isso porque, a responsabilidade de manter o controle do consumo é do estabelecimento e essa obrigação não pode ser repassada ao consumidor.

O Instituto também alerta sobre a diferenciação dos valores cobrados para a mesma prestação de serviço. Segundo Wilson Rascovit, um estabelecimento não pode cobrar valores diferentes para homens e mulheres por um mesmo tipo de serviço (jantar com bebidas inclusas, por exemplo). O CDC determina a igualdade de valores. Em caso desse tipo de cobrança ilegal, aqueles que se sentirem prejudicados podem procurar os órgãos de defesa do consumidor.

ORIENTAÇÃO JURÍDICA

O Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo - Seção Goiás oferece orientação jurídica gratuita. Os consumidores com dúvidas ou que se sentiram lesados podem procurar atendimento no IBEDEC-GO, localizado na Rua 5, nº 1.011 (Praça Tamandaré), Setor Oeste, Goiânia (GO).

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Ao se cadastrar, você aceita todos os Termos e Condições de Uso do Segs.com.br que consta no rodapé de todas as páginas do SEGS.