Brasil, 27 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Com investimentos em reestruturação, empresas preparam-se para a retomada do crescimento da indústria naval

Empresários brasileiros e de multinacionais de diferentes segmentos da indústria naval mostram-se confiantes no potencial de negócios do mercado nacional e defendem que o País continua atraindo o interesse internacional

“Vamos chamar 2016 de um ano de transição. Não conseguiremos prosperar novamente tão rápido. Até 2017 vai ser complicado, entretanto, é uma oportunidade de fazer a reestruturação interna das empresas atuantes para que, quando o mercado retomar a força de anos atrás, possamos sair fortalecidos. Para nós, 2017 vai ser o ano da volta do crescimento”. A afirmação é do diretor da Ghenova Brasil, empresa espanhola especializada em engenharia e construção naval, Andréz Medina Sanz.

Ela é um reflexo da situação econômica do país, que fez com que diversos setores passassem a ser mais cautelosos em seus negócios e buscassem alternativas para se manterem competitivos no mercado. Com a indústria naval não foi diferente. Entretanto, não só a Ghenova Brasil, mas outras grandes empresas do segmento mostram-se confiantes na retomada do crescimento do setor e acreditam no potencial de negócios do país. “Ainda existem mercados que precisam ser explorados, apesar de estarmos em um momento complicado, não só para o setor naval mas para o País. Porém, entendemos que em médio e longo prazos surgirão oportunidades. O setor naval não vai parar”, diz Sanz.

O executivo defende ainda que o mercado brasileiro tem condições de se reerguer e voltar aos tempos em que era reconhecido internacionalmente por sua economia estável e em evolução. “Chegamos ao Brasil em 2010, em um momento de bonança econômica e de consolidação do reconhecimento internacional e, após cinco anos, mesmo na situação atual, o entendimento da Ghenova é que temos que nos manter firmes e sair fortalecidos dessa crise. Acreditamos que existe sim potencial de negócios no mercado naval brasileiro”.

Na visão do diretor de vendas e serviços da Böning Brasil, Murilo Santos, o país ainda atrai o interesse do mercado internacional para a consolidação de negócios. Especializada em automação naval, a alemã Böning está no Brasil desde 2007, e de acordo com Santos, o Brasil é responsável por 7 a 10% do faturamento global da empresa. “Mesmo sabendo que o mercado poderá sofrer uma retração nos próximos dois anos, temos perspectivas positivas em relação às novas vendas na indústria naval, offshore e on-shore”, reforça.

Christiano Sestini, diretor comercial da Marine Express, também está otimista e acredita que a situação econômica atual do Brasil pode, se bem trabalhada, trazer benefícios para o mercado em geral. “Acreditamos que a crise abrirá oportunidades de negócios para as empresas, inclusive para nós”.

Vitrine - Ghenova Brasil, Böning Brasil e Marine Express são exemplos de empresas confiantes na retomada do crescimento do setor naval e que aproveitarão a 13ª edição da Marintec South America - Navalshore para fomentar negócios. Principal ponto de encontro desta indústria, o evento reúne mais de 370 marcas, entre elas, distribuidores e fabricantes nacionais e internacionais, num espaço para lançamentos e apresentação de linhas de produtos e serviços. Em 2016, o evento acontece entre os dias 19 e 21 de setembro, no Rio de Janeiro (RJ) e deve receber mais de 16 mil profissionais.

O diretor comercial da Marine Express ressalta a importância que o evento tem para a empresa. “A Marintec abre espaço para o acesso a todos os clientes do mercado naval, onde teremos a oportunidade de oferecer equipamentos em alta tecnologia. Será um grande evento que, certamente, nos trará retorno positivo, pois identificamos que o público que o visita é bastante qualificado, além de serem formadores de opinião”.

Para Santos, da Böning Brasil, a feira é a melhor oportunidade para encontrar os parceiros, clientes e fornecedores, além de ser uma vitrine para os novos negócios, todos reunidos no mesmo local. “O evento sempre proporciona grandes negócios e não apenas do tipo que serão discutidos durante o evento, mas sim que nascem das conversas descontraídas fora do ambiente formal das negociações e se concretizam posteriormente”.

Já o diretor da Ghenova Brasil reforça que a Marintec sempre foi uma referência entre as feiras de negócios do setor naval brasileiro. “Se não existissem eventos como esse, nos quais as maiores e mais importantes empresas do segmento encontram-se, muitos dos nossos objetivos comerciais não seriam alcançados. A Marintec é uma fonte de negócios muito importante e com certeza contribui para o desenvolvimento do setor. Além disso, também permite entrar em contato com muitos profissionais qualificados que podem estar precisando de uma nova oportunidade no mercado de trabalho”, finalizou

Sobre a Marintec South America -www.marintecsa.com.br

A Marintec South America - Navalshore é a principal plataforma de negócios para alavancar inovações e conectar-se com a comunidade marítima da América do Sul. Ponto de encontro da indústria, reúne armadores, estaleiros, fabricantes e fornecedores, nacionais e internacionais em prol do aumento da produtividade, da qualificação profissional, do fomento de novas tecnologias, investimentos e da demanda e oferta para toda a cadeia. Em 2016, acontece de 19 a 21 de setembro, no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro (RJ). São 11 mil m², mais de 370 marcas expositoras, 17 países e 8 pavilhões internacionais. Paralelamente à feira, também serão realizadas a Conferência Fórum de Líderes, o Seminário de Renovação da Frota Pesqueira e ações de capacitação profissional, além do espaço para inovações de expositores.

Sobre a UBM Brazil -www.ubmbrazil.com.br

A UBM é líder global em mídia de negócios e segunda maior organizadora de eventos no mundo, com expertise reconhecida em promover e incentivar o networking e os negócios entre empresas dos mais diversos segmentos de mercado. Presente em 20 países, nos cinco continentes, com 5.000 funcionários, atuando em dezenas de setores que vão da alta tecnologia à moda e ao setor de saúde. Conecta profissionais dos diversos segmentos da indústria, tais como Construção Civil, Transporte de Carga, Logística e Comércio Internacional, Portos, Terminais e Armazéns, Tecnologia e Eletrônica, Indústria Médica e Farmacêutica, Ingredientes Alimentícios, Metroferroviária e Naval. Saiba mais: ubmbrazil.com.br

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Ao se cadastrar, você aceita todos os Termos e Condições de Uso do Segs.com.br que consta no rodapé de todas as páginas do SEGS.