Brasil, 30 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

21º Clube Da Fibra Da Fmc

Principais cotonicultores do país abordam as soluções e os desafios da cadeia produtiva no Clube da Fibra

Mais de 350 pessoas participaram do evento que comemorou os 10 anos do Instituto Algodão Social

O 21º Clube da Fibra, realizado entre os dias 18 e 20 de maio em Recife-PE, contou com a presença de produtores, sociedade civil, especialistas e autoridades para abordar temas como, cenário político e perspectivas econômicas do Brasil, gestão de risco, oportunidades na gestão dos negócios, ações para o manejo do bicudo-do-algodoeiro e o agronegócio sob a ótica do setor financeiro. Outro destaque foi a comemoração dos 10 anos do Instituto Algodão Social - braço social da AMPA (Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão).

A abertura do evento e a palestra “Laços Fortes: Passado, Presente e Futuro” foi realizada pelo Diretor Geral Brasil da FMC, Ronaldo Pereira, que destacou que a liquidez vai ser o grande desafio do produtor de algodão na temporada 2016/17. Uma das saídas encontradas é apostar no programa de barter, ou troca de insumos pela pluma. “Por meio dessa operação, o produtor aumenta a liquidez sem comprometer seus ativos. Nessa temporada, pretendemos dobrar as operações de barter na FMC”, destaca.

O painel da Abrapa (Associação Brasileira dos de Algodão) teve a liderança pelo presidente João Carlos Jacobsen Rodrigues e pelo Coordenador do Departamento de Comercialização e Abastecimento, SPA – MAPA, Sávio Pereira. O presidente defendeu maior interação entre as entidades representativas da agropecuária e do setor bancário, pois dessa forma será possível tornar mais clara a relação entre o produtor rural e o sistema financeiro, o que teria reflexos positivos na negociação dos financiamentos para a atividade produtiva.

O momento da sessão de Alerta Bicudo enfatizou a ação para o manejo e combate ao bicudo-do-algodoeiro, praga que está há 30 anos no Brasil e, com o ritmo acelerado da produção das lavouras no país, tem se adaptado ao clima e se tornado ainda mais perigosa para as próximas safras. O segundo painel sobre o cenário político e econômico contou com um vídeo enviado pelo ministro do MAPA, Blairo Maggi (PR), e a presença do Deputado Federal Marcos Montes (PSD), Diretor Executivo do Instituto Pensar Agro, João Henrique Hummel Vieira, do economista Alexandre Schwartsman e o moderador foi o ex-ministro da Agricultura e Coordenador do Centro de Agronegócio, FGV-EESP, Roberto Rodrigues. O ministro Blairo Maggi garantiu que o Ministério será muito atuante no aspecto da sustentabilidade e rentabilidade do produtor.

A sessão Domínio Percevejo mostrou como a FMC desenvolveu um manejo que está intimamente ligado ao momento da praga, à situação da cultura da soja como negócio e aos desejos do produtor rural de proteger o seu investimento e ter uma atividade segura para si e para o meio ambiente. O terceiro painel teve como tema a gestão de risco com os debatedores Antônio Carlos Ortiz, Diretor Produtores Rurais Itaú BBA, Erick Rodrigues, Analista Sênior Agência Moody’s, e Guilherme Scheffer, Diretor Grupo Scheffer, com a moderação de Roberto Rodrigues.

Para o presidente da FMC Corporation América Latina, Antônio Carlos Zem, o encontro de renomados especialistas e produtores do setor favorece o diálogo e a percepção das principais demandas do campo. “O Clube da Fibra é uma referência como fórum de debate para o setor e incentivou a criação da Abrapa, consolidando assim, o desenvolvimento de um espaço de debate de alto nível e uma representação moderna e ativa em busca de oportunidades para o agronegócio brasileiro. Temos o orgulho de comemorar os 10 anos do Instituto Algodão Social, que contribui com o desenvolvimento sustentável das lavouras de algodão. Nosso compromisso é auxiliar o crescimento exponencial e sustentável do agronegócio brasileiro, independente do seu cenário”, ressalta.

Sobre a FMC

Por mais de um século, a FMC tem servido os mercados industriais e de consumo agrícolas globais com soluções inovadoras, aplicações e produtos de qualidade. Em 2015, a empresa adquiriu a Cheminova e, no mesmo ano, totalizou uma receita de aproximadamente US$ 3,3 bilhões. A FMC emprega aproximadamente 6 mil pessoas em todo o mundo e opera seus negócios em três segmentos: FMC Agricultural Solutions, FMC saúde e nutrição e FMC lítio. Para mais informações, visite www.fmc.com

Há mais de quatro décadas no Brasil, a FMC Agricultural Solutions, uma das tradicionais e principais empresas de agronegócio do País, investe em soluções tecnológicas inovadoras e customizadas com pesquisas e desenvolvimento de novas moléculas e formulações químicas e biológicas eficientes no controle e prevenção de pragas e doenças nas lavouras. É pioneira em produtos para algodão, líder em cana, com tecnologias para grãos, café, H&F, florestas plantadas, pastagem e outras culturas. O foco da empresa está em antecipar e estar sempre pronta em atender as necessidades dos clientes com amplo portfólio, serviços e orientações de especialistas que proporcionam conveniência no dia a dia do produtor e garantia de crescimento do seu negócio, por meio de atuação responsável no campo. A missão da companhia é contribuir com o desenvolvimento da produtividade, rentabilidade do produtor rural e qualidade do agronegócio brasileiro. www.fmcagricola.com.br.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish