Brasil, 27 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Cardápio vegetariano é aprovado por 90% dos usuários no programa Bom Prato

  • Escrito por  Literato Comunicação e Conteúdo
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • E-mail
  • Compartilhar::

Nova pesquisa de satisfação revela que maioria aprova campanha “Segunda sem Carne” no Bom Prato de Santo Amaro; A iniciativa prevê que restaurantes substituam todas as segundas-feiras carne animal por proteína vegetal

A campanha “Segunda sem Carne”, da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) recebeu 90% de aprovação dos frequentadores do restaurante Bom Prato em Santo Amaro. A nova pesquisa de satisfação foi realizada na metade deste mês, cerca de quatro meses após a adesão ao cardápio vegetariano uma vez por semana. A iniciativa prevê que restaurantes substituam todas as segundas-feiras carne animal por proteína vegetal. A campanha é uma parceria entre a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo (Seds), a SVB e Instituto Adventista de Ensino (IAE), gestor da unidade. Além da orientação sobre a alimentação saudável, o projeto visa diminuir os impactos ambientais.

Durante o almoço, no último dia 11, cerca de 970 pessoas foram entrevistadas, sendo que 880 disseram aprovar o projeto. Cerca de 90 pessoas responderam não ter gostado. Dentre os motivos apresentados estão: não comer carne moída, não gostar do tempero enão gostar de soja. Das 970 pessoas ouvidas, 447 almoçam na unidade todas as segundas-feiras.

O cardápio avaliado no momento da pesquisa era composto de arroz, feijão, pãozinho, salada de alface, repolho e cenoura ralada, purê de batata, proteína de soja moída com legumes, farinha de mandioca, além de suco de goiaba e maçã de sobremesa. A refeição completa tem custo de R$ 1,00 para o público e crianças com até 6 anos não pagam.

O projeto, segundo Mônica Buava, gerente da campanha Segunda Sem Carne no Brasil, é possibilitar que a população - inclusive de baixa renda - descubra novos sabores e perceba que é possível ter uma refeição farta, saborosa e nutritiva sem carne. "Os benefícios para o meio ambiente são imensos, e essa medida simples e positiva salvará milhares de animais", salienta.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, a opinião do público é fundamental para que a Secretaria acompanhe o bom desempenho da campanha. “Implementamos na primeira unidade e com a adesão faremos gradativamente com outros restaurantes”, afirma.

Quando inteiramente implantado, os restaurantes populares do Programa Bom Prato deixarão de comprar, juntos, cerca de 30 mil quilos de carne, que serão substituídos por fontes vegetais de proteína.

Localizada na Rua Mário Lopes Leão, 685, o Bom Prato de Santo Amaro serve diariamente 2.240 almoços (R$ 1,00) e 300 cafés da manhã (0,50).

A Segunda Sem Carne

A Segunda Sem Carne, campanha mundial que tem como um dos padrinhos o ex-beatle Paul McCartney, no Reino Unido, propõe que as pessoas tirem, ao menos uma vez por semana, carne e derivados animais de seu prato. A atitude promove uma reflexão sobre a necessidade de uma alimentação mais ética e saudável.

Sobre a SVB

Fundada em 2003, a Sociedade Vegetariana Brasileira promove o vegetarianismo como uma opção alimentar ética, saudável e sustentável. Por meio de campanhas, convênios, eventos, pesquisa e ativismo político, a SVB realiza a conscientização sobre os benefícios do vegetarianismo, e trabalha para aumentar o acesso da população a produtos e serviços vegetarianos. No ano de sua fundação, sediou o 36º Congresso Vegetariano Mundial e, nesses anos, foi responsável por eventos como o VegFest – Congresso Vegetariano Brasileiro, 12º Festival Vegano Internacional, Parada Veg, Mostra Internacional de Cinema Pelos Animais, entre outros.

O programa Bom Prato

Criado há 15 anos, a rede de restaurantes populares oferta alimentação balanceada e de qualidade (almoço e café da manhã), além de serviços como internet gratuita, com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Desde a inauguração em 2000, já serviu mais de 258 milhões de toneladas de alimentos e 155 milhões de toneladas de frutas. No Estado de São Paulo o programa é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e atende anualmente mais de 20 milhões de pessoas.

Atualmente há 50 unidades em funcionamento, sendo 22 localizadas na Capital, oito na Grande São Paulo, cinco no litoral e 15 no interior.

O almoço tem custo de R$ 1,00 para o usuário. A alimentação é balanceada com 1.200 calorias, composta por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa (geralmente uma fruta da época). O subsídio governamental é de R$ 3,81 para adultos e de R$4,81 para crianças com até 6 anos, que têm a refeição gratuita.

Já o café da manhã é oferecido leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação. A refeição, de 400 calorias em média, custa R$ 0,50 ao usuário. Em setembro de 2011, este serviço foi implantado em todos os restaurantes, com subsídio do Estado no valor de R$ 1,03 por refeição matinal.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Ao se cadastrar, você aceita todos os Termos e Condições de Uso do Segs.com.br que consta no rodapé de todas as páginas do SEGS.