Brasil, 21 de Abril de 2018

Publicidade 1 Aqui no SEGS

+ F O N T E -

UPL da à partida para o Campeonato Brasileiro UPL de Velocidade na Terra

CBA e Makers se unem para profissionalizar o autocross entre agricultores brasileiros

Uma competição, um hobby que caiu no gosto de muitos produtores agrícolas, agora ganha à profissionalização do esporte. Para eles que são apaixonados por autocross, o Campeonato Brasileiro UPL de Velocidade na Terra foi lançado no sábado, 24 de março, em um dos cinco autódromos que sediará a competição, na cidade de Cordeirópolis-SP. “Sou a segunda geração. A primeira era composta por meu pai que foi o primeiro piloto da competição desenvolvendo esse trabalho que é pioneiro junto com a Comissão Brasileira de Automobilismo - CBA, que tem realmente a intenção de promover e expandir o evento no território brasileiro. Esse campeonato tem tudo para ser um dos maiores com a vinda da UPL como patrocinadora Master, além da parceria com o Canal Rural para televisionar, e nos dá impressão que será senão uma das maiores, a maior competição do campeonato. Os grandes produtores estão localizados fora dos grandes centros, por paixão pelo automobilismo e, ao mesmo tempo, por falta de opções de entretenimento acaba chamando atenção para participar do campeonato”, conta Jean Roberto Pasquali, Presidente da Comissão de Velocidade na Terra.

A competição teve início marcado para 13 de abril, último final de semana, em Joaçaba - SC onde ficou até o dia 15, em uma região com grande força na pecuária. A segunda etapa acontecerá em Luiz Eduardo Magalhães-BA que é muito forte em produção agrícola, a terceira etapa será em Campo Grande – MS, um polo tradicional do agro. Já a quinta etapa será em Cordeirópolis que é a principal região da Cana e onde o evento foi lançado. “E encerramos em Cuiabá-MT, a capital nacional do agronegócio. A escolha por esses lugares é porque tem vocação e ligação direta ao agronegócio, os autódromos já existem nessas localidades, mas é um início para quem sabe em breve poder levar o evento para qualquer local que tenha terra”, afirma Jean.

Para a UPL essa é mais uma oportunidade de estar mais perto dos agricultores, vivendo um momento de confraternização entre famílias e amigos do país todo que se reúnem para acompanhar a competição. “A nossa intenção é apoiar esse esporte que é o que temos de mais representativo do agronegócio no Brasil. Com isso, podemos estar mais próximos aos produtores e a seus hobbies como a prática desse esporte que eles tanto gostam e ao mesmo tempo, ficarmos ainda mais próximos aos nossos clientes. Cerca de 80% de pilotos são produtores rurais; E, com certeza, existem mais de dois milhões de hectares em cana, soja, milho e algodão representados pelos pilotos que estão no Velocidade na Terra”, conta Rogério Castro, CEO da UPL Brasil.

Alguns dos competidores já pilotaram na terra e agora passam o posto para seus filhos, como é o caso de Celso Silveira Mello, que é produtor rural e trabalhou na lida de canaviais e usinas por 27 anos: “Trabalhei com usina de açúcar e álcool e fui criado em fazenda. Morei com meus filhos depois de casado em uma fazenda de usina e eu e meus filhos buscamos práticas de lazer. Esse evento está ligado a terra e a maioria dos pilotos que correm estão ligados a terra. Um dos meus filhos se interessou pelo autocross e tem ido muito bem nisso. Acredito que isso é muito bom pois, ao invés de estar na estrada correndo com carro, ele está aqui na pista com toda a segurança que precisa e aprendendo a ter limites no esporte, na família, nos negócios. Isso ajudou a educar ele também”.

Para Moroni Marques, diretor da Makers e organizador do Campeonato, essa é uma oportunidade com um enorme potencial: “Uma das nossas missões é trazer esses pilotos rurais para um nível mais profissional, ministrando cursos e palestras e passando um pouco da experiência que tenho nesses anos de carreira acompanhando pilotos da Stockcar e alguns da Fórmula 1 e levar um pouco dessas experiências. Fiquei surpreso com o potencial do agronegócio no automobilismo, pra mim que era um desconhecido nessa área foi uma surpresa. Primeira vez na história o campeonato vai ser televisionado e conta com a parceria da UPL”.

Dentre os 80% de pilotos está também Fernando Maggi Scheffer, um dos maiores produtores de soja e piloto a muitos anos que finaliza falando sobre o campeonato: “O que a gente faz é com a terra, o que a gente ganha para o sustento é na terra e, nosso final de semana é na corrida na terra! Praticar esse esporte é ter uma consulta a menos no médico. É muito prazeroso no dia a dia e, com o profissionalismo acabamos motivando ainda mais pessoas pra entrar. Muitos jovens que corriam com a gente hoje estão na Fórmula 1. O mais interessante é que a família acompanha e gosta; além de encontrarmos amigos do país inteiro nas provas, com quem trocamos informações sobre agronegócio. Como por exemplo, sobre o que está acontecendo em seu estado, qual o cultivo que tem ido melhor e produzido mais. Ou seja, serve também para conversarmos de negócios”.

A primeira etapa começou, e logo conheceremos os destaques que vão levantar terra e arrancar ainda mais os motores na competição e no agronegócio brasileiro.

SOBRE A UPL

A UPL, uma empresa indiana que traz soluções inovadoras e sustentáveis em proteção de cultivos para o agricultor. Fundada em 1969, a companhia atua hoje em mais de 86 países com 28 fábricas que desenvolvem e comercializam produtos da mais alta qualidade, segurança e tecnologia. No Brasil, onde atua desde 2006, conta com fábrica e estação experimental em Ituverava-SP e, foi eleita por dois anos consecutivos como uma das melhores empresas para se trabalhar pela Great Place to Work®. Por seu trabalho com produtores e pesquisadores para encontrar soluções mais eficientes para campo e através de novas formulações e produtos, equipe especializada e expansão de portfólio, a empresa conta com forte presença nos mercados de soja, milho, cana-de-açúcar, arroz, café, feijão, citros, algodão, pastagem e hortifrúti.

www.uplbrasil.com.br

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::