Brasil, 25 de Setembro de 2016
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Empresários Buscam A Tecnologia Própria

Executivos querem fugir do modismo e entender a tecnologia mais apropriada ao negócio

No próximo dia 6 (quarta-feira), empresários de organizações de médio a grande porte, aprenderão no formato “how to” os melhores métodos para melhorar a eficiência dos investimentos em tecnologia para uma contratação mais assertiva das inovações existentes no mercado. Segundo especialistas, em se tratando de tecnologia corporativa, empresas são comumente levadas ao modismo e aos termos de “jargão fácil”, elevando os gastos da área a cifras robustas em soluções muitas vezes deslocadas às necessidades do negócio, não passando de apenas "mais um sistema".

Trata-se da primeira edição do Techno Business, que acontece das 8h30 às 17h30, na Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos - Amcham Brasil, para um grupo de executivos convidados e aberto aos jornalistas e blogs especializados.

CONTEÚDO

O encontro terá como foco prioritário o debate sobre as tecnologias de Multicanalidade, Mobilidade, Customer Relationship Management (CRM) e Big Data disponíveis no mercado, a aderência dessas tecnologias aos modelos de negócio, a identificação dos gargalos e das funções utilizadas pelos usuários. Também será discutido como definir corretamente os KPIs principais que irão mensurar a performance, até o entendimento do ROI esperado e pertinente à tecnologia escolhida, e o desmembramento do que é essencial e do que é acessório na escolha dessas tecnologias.

Trata-se de um dia inteiro dedicado a workshops, em duas salas separadas, comandadas por experts convidados - Daniel Domeneghetti, diretor presidente da Dom Strategy Partners (para Multicanalidade e Mobilidade) e Eduardo Terra, presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (CRM e Big Data). Cada espaço também contará com a presença de um conselho de usuários precoces e intensivos das inovações, além de executivos de empresas reconhecidas na adoção eficiente das inovações, entre as quais Telefônica Vivo, Itaú, Livraria Cultura e as cias aéreas Gol e Avianca.

“Sete em cada dez empresas não são bem-sucedidas no investimento em tecnologia. Na multicanalidade, por exemplo, há empresas que investem em muito mais canais que o necessário. Há também empresas que investem em CRM sem ter um banco de dados próprio – algo fundamental para a ferramenta – ou em Big Data, sem ter ao menos um canal nas redes sociais para a interação com o seu público. Ou seja, ainda há um desconhecimento em tecnologia de qualidade”, explica Roberto Meir, especialista internacional em relações de consumo, varejo e relacionamento entre empresa-cliente, e idealizador desta primeira edição.

O especialista salienta sobre alguns princípios que todo empresário deve ter em mente antes do investimento em tecnologia para o seu negócio: 1) conhecer os requisitos de cada tecnologia, 2) pesquisar as diferentes ofertas disponíveis no mercado, 3) alinhar essas características à estratégia de negócios, 4) definir quem vai utilizar tal tecnologia, se é a área de marketing, o comercial, o administrativo, etc. e 5) planejar sobre como devolver ao mercado em produtos e serviços tudo o que foi extraído dessa otimização, que é o ROI (Return on Investment ou retorno sobre o investimento).

PALESTRANTES

· Daniel Domeneghetti (Multicanalidade e Mobilidade)

Diretor presidente da Dom Strategy Partners. Responsável pela formulação e modelagem da Metodologia IAM (Intangible Assets Management), pelo PIB (Programa Intangíveis Brasil), pela Metodologia e Estudo MVP (Mais Valor Produzido) e pelo Reputation Index.

· Eduardo Terra (CRM e Big Data)

Presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo. Especialista em European Retail e Retail Management. Sócio-Diretor da BTR Educação e Consultoria, docente de MBA e pós da FIA-USP e professor convidado de varejo na Cornell University.

CURADORES

· Luiz Lobo, vice-presidente digital da SKY Brasil Serviços.

· Ciro Kawamura, vice-presidente de Qualidade e Atenção ao Cliente da Telefônica / Vivo.

· William Malfatti, diretor de Marketing, Relações Institucionais e Relacionamento com o Cliente do Grupo Fleury.

· Luiz Pimentel, diretor de e-commerce do Walmart.com.

· Celso Tonet, diretor de Atendimento e Call Center da Grupo América Móvil.

· Romeo Busarello, diretor de marketing da Tecnisa.

· Sérgio Herz, CEO da Livraria Cultura.

· Ricardo Dutra, presidente corporativo da UOL.

· Germán Quiroga, especialista em tecnologia, e-commerce e marketingplace.

· Graciela Tanaka, COO do Grupo Netshoes.

· Fabiano Meira Dourado Nunes, diretor de atendimento do banco Itaú.

· Tarcísio Gargioni, vice-presidente comercial e marketing da Avianca Brasil.

· Paulo Henrique Campos, diretor de atendimento da OI.

· Rogério Nunes, diretor de Relacionamento com o Cliente da Gol Linhas Aéreas.

· Júlio Baião, diretor de TI da Via Varejo.

PROGRAMAÇÃO

Sala 1 - Multicanalidade e Mobilidade

· O que é multicanal? Diferenças da visão multicanal ou pluricanal no relacionamento entre empresas e clientes, no tipo de negócio e no tipo de tecnologia.

· Empresas podem ter negócios monocanal e relacionamento multicanal? E o inverso?

· Quais são as tecnologias multicanal voltadas para o relacionamento entre empresas e clientes?

· As diferenças entre multicanal e digital.

· Mobilidade e multicanalidade são a mesma coisa?

· Onde começa mobilidade e termina a multicanalidade.

· Apps, serviço uniforme, serviço fluido, autoatendimento e redução de atritos (frictionless).

· Integração de tecnologias, visão multicanal e visão 360º do cliente.

· O “dono” dessas tecnologias dentro da empresa. Uma pista: não é TI.

· Impacto dos “Millennials”, Geração MoMo e a vida no celular.

· O fim do telefone e do uso da voz para relacionamento.

· Inteligência Artificial e Internet das Coisas – uma perspectiva futura.

· Definição de KPIs – quais os KPIs fundamentais para o seu negócio?

· ROI – como se mede o investimento em tecnologias de multicanalidade e mobilidade

Sala 2 – CRM e Big Data

· CRM – o avô do Big Data – semelhanças e diferenças.

· Eu tenho CRM. Preciso ter Big Data?

· Eu tenho Big Data. Preciso abrir mão do CRM?

· CRM e Big Data – adequação à cultura e a à estratégia da empresa.

· Novos processos, metodologias e visão de cliente.

· Analytics, não existe Big Data sem ele.

· Transformando Analytics em conhecimento, inteligência e estratégia.

· CRM e Big Data influenciando e redimensionando o relacionamento e a interação com os clientes.

· Millennials e Geração MoMo – eles geram dados de bom grado. Mas não de graça.

· Dados por toda parte, a todo momento. Como gerenciar e antecipar necessidades e ações dos clientes.

· Inteligência Artificial e Internet das Coisas – perspectivas para o futuro imediato.

· Quem é e quem deve ser o “dono” dessas tecnologias nas empresas?

· Definição de KPIs: como usar e dimensionar o uso eficiente do CRM e do Big Data?

· ROI: como avaliar se o investimento nessas tecnologias valeu a pena?

SERVIÇO:

· Techno Business # Cliente

· Local: Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos - Amcham Brasil.

· Endereço: Rua da Paz, 1431 - Chácara Santo Antônio, São Paulo/SP

· Data: 6 de abril de 2016

· Horário: 8h30 às 17h30

· Programação: http://consumidormoderno.com.br/novo/technobusiness/

· Credenciamento imprensa: 55 11 4380-7504.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte.
 www.segs.com.br

Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Compartilhar ou Seguir

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::

SEGS NO SEU IDIOMA::
Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Ao se cadastrar, você aceita todos os Termos e Condições de Uso do Segs.com.br que consta no rodapé de todas as páginas do SEGS.