A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Festinha ou festão, o importante é a confraternização

  • Escrito por  Raquel Pinho
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Motivação para o próximo ano, fortalecimento de vínculos e o alívio do estresse dos últimos meses do ano são apontados como alguns dos benefícios proporcionado pelos eventos de fim de ano organizado pelas empresas

Não importa o tamanho ou requinte da festa, mas sim os bons momentos que ela proporciona. Especialistas na área de recursos humanos reconhecem, que embora não possam ser mensurados em números, os benefícios desses eventos internos são muitos.

Para a coordenadora de Recursos Humanos da empresa da URBS RT Ana Cláudia Salatiel, a motivação é um dos principais ganhos que se tem com esses eventos de fim de ano, tanto para colaboradores quanto para empresas. “A medida que você tem em sua equipe pessoas motivadas, mais participativas e mais atentas ao seu sucesso, por consequência a empresa também tem sucesso em seus resultados”, avalia.

Ela explica também que a empresa gosta de promover as confraternizações de fim de ano, pois entende que é uma excelente forma de sair da rotina e integrar a equipe. "Esse tipo de festa tem a tendência de unir colegas e estimular a comunicação entre as pessoas".

O alívio do estresse do dia a dia, em especialmente no final de ano quando as pessoas já estão em um nível de cansaço bem elevado, é outro benefício proporcionado pelas confraternizações de final de ano. “Esses eventos de confraternização melhoram o clima organizacional, revigoram as energias da equipe”, esclarece Ana Cláudia.

E para renovar as energias para 2017, a URBS RT promete caprichar na confraternização no final deste ano, a começar pelo local. O evento, marcado para amanhã dia 14, será na boate Vila Mix, em Goiânia. “Será a primeira vez que faremos a nossa festa de confraternização numa boate e esperamos reunir cerca de 300 convidados, entre pessoas do Administrativo e a equipe de Vendas”, informa a

Luxo não é o mais importante

Para a diretora da Tez Eventos Corporativos, Giselle Moura, a alegria e a descontração das pessoas são de fato o que precisa ter numa boa festa de final de ano. “As pessoas não buscam luxo, mas sim um ambiente agradável e que proporcione momentos de descontração e alegria com os colegas de trabalho. Aliás, uma festa muito luxuosa e com excesso de formalidade, pode em muitas situações inibir a participação do colaborador”, argumenta.

A empresária do ramo de organização de eventos dá algumas dicas que podem ajudar aos gestores e quem tem a difícil tarefa de organizar a festa de final de ano da empresa. “É interessante que a empresa sempre envolva o departamento de Recursos Humanos nos preparativos para saber melhor qual é a expectativa dos colaboradores sobre o evento e para que a festa tenha a cara da equipe”, afirma.


Familiares
Um dilema que sempre vivem os gestores e faz com que muitos acabem desistindo de realizar a festa de fim de ano é convidar ou não os familiares dos colaboradores. Sobre isso, Giselle Moura, que tem mais 10 anos de experiência com organização de eventos, tem outra dica. “Convidar ou não parentes depende muito da cultura da empresa. Tem corporações que sempre fazem suas festas sem convidar familiares e isso não é problema, até porque um evento em que as famílias dos funcionários são convidados realmente sai muito mais caro. Por isso vale lembrar que não é errado informar que na confraternização de fim de ano os familiares não serão convidados”, afirma.

Mais dicas
Giselle Moura lembra que os eventos noturnos, em geral, são mais caros porque requerem muitas vezes uma iluminação e uma decoração diferenciadas. Outra dica diz respeito ao local da festa, o que segundo a diretora da Tez Eventos Corporativos precisa ser realmente de fácil acesso para a grande maioria das pessoas. “As vezes muita gente pensa em fazer eventos em chácaras, o que é bom, mas quase sempre não é a opção mais acessível para todos. Muita gente não tem carro para ir e como muitas dessas chácaras são fora da cidade é necessário pegar estradas, o que neste período de chuva não é prudente. Mas claro que tudo depende do consenso da equipe, se a maioria optar por isso, é só tomar os devidos cuidados, como por exemplo, não misturar bebida e direção”, aconselha.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

 

Notícias::

Mais Itens::