A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Com fim do e-SEDEX, Total Express se prepara para atender e-commerce de pequeno e médio porte

  • Escrito por  Bruna Chioro
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Com o encerramento do serviço oferecido pelos Correios, empresa se organiza para preencher lacuna importante do mercado de e-commerce no Brasil

Na última semana, os Correios anunciaram a suspensão definitiva, a partir de 1º de janeiro, do e-SEDEX, serviço que oferecia uma tabela de preços regressiva de acordo com a quantidade de volumes postados. Os mais atingidos com a medida foram os donos de pequenos e médios e-commerces que, acostumados a utilizar o produto como única solução de transporte de suas encomendas, deixaram de buscar no mercado uma transportadora privada que pudesse entregar quantidades menores com segurança, agilidade e rastreabilidade. Um cenário que está prestes a mudar.

Isso porque a lacuna deixada pelo cancelamento do e-SEDEX tem estimulado a aproximação entre grandes transportadoras e as lojas virtuais de pequeno e médio porte. A Total Express, por exemplo, maior empresa privada de logística para e-commerce do país, se coloca como uma solução viável para suprir as necessidades do setor. Desde o anúncio do fim do serviço, a companhia atendeu mais de 200 e-commerces com este perfil. “Os números são resultado de um esforço para entender a demanda deste mercado e ampliar o relacionamento com empresários para apresentar soluções customizadas conforme a necessidade de cada e-commerce, seja ele uma startup ou a maior loja virtual do país”, destaca Bruno Tortorello, diretor geral da empresa.

Para tornar o atendimento ainda mais simples e ágil, a Total Express lança em fevereiro uma plataforma de serviços exclusivos voltada para os pequenos e médios e-commerces, e que chega como opção definitiva, baseada em tecnologia e inovação, para entregar as mercadorias com a mesma qualidade oferecida aos grandes players do país, com preços competitivos e agilidade.

Os comerciantes de menor porte utilizavam o e-Sedex há muito tempo, desde sua criação há 16 anos. O serviço custava entre 20% e 30% menos do que o Sedex tradicional, considerando a estrutura de entregas expressas comuns. “Temos como assumir a demanda com um valor tão competitivo quanto o que era oferecido pelos Correios. Só neste ano investimos em sistemas de tecnologia para incluir pequenas lojas entre nossos parceiros, o que nos ajuda a trazer melhores opções para esse segmento, preços justos e a entrega mais eficiente do mercado”, diz o executivo.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

 

Notícias::

Mais Itens::