A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

A situação da produção de tabaco

  • Escrito por  Tatiana Freitas
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Há sempre uma grande polêmica quando tratamos do agronegócio do tabaco. Do fumo, e inevitavelmente surge uma mistura considerável dos aspectos dos males do tabagismo, com a produção no campo do tabaco.

Mas o curioso seria salientar que na questão que envolve a coordenação da cadeia produtiva, temos nesse setor tudo de mais avançado e evoluído sob o ponto de vista de coordenação e de gestão. E, mesmo da qualidade de vida em suas cidades, como Santa Cruz do Sul, por exemplo.

Então, independente do tema "males do cigarro", esse setor do tabaco tem muito a ensinar em termos de gestão, para todos os demais; o leite, o frango, o suíno, as frutas, o arroz e o feijão, a mandioca, o trigo, o cacau. Enfim, todos precisam olhar e aprender com a administração da cadeia produtiva ou o agronegócio do fumo.

Iro Schunke, presidente do Sinditabaco, afirmou em entrevista para uma revista que "quem fuma não deixará de fumar só porque o tabaco não é produzido no Brasil". O Sinditabaco representa 15 empresas gaúchas, no ano passado exportaram o equivalente a 2,2 bilhões de dólares e aí vem um tema delicado e muito realista.

Hoje temos no Brasil 154 mil produtores de fumo, com 615 mil pessoas envolvidas. E isso gera cinco bilhões de reais de receitas para os produtores. Essa cadeia produtiva contribui com um total com mais de 12 bilhões de reais de impostos. Substituir a renda desses produtores por outros produtos será praticamente impossível, pois um hectare de tabaco equivale a renda de oito hectares de milho. E, metade da renda desses produtores vem do fumo, porém a outra metade vem da diversificação com outras culturas. 15 hectares é a área média desses produtores hoje no país, com o fumo em apenas 17% dessa área, o restante é com diversificação.

Eu não fumo e não incentivo o fumo, mas fica aqui uma questão muito realista para tratarmos. Como vamos substituir essa atividade no Brasil, caso saia vencedora a ideia de exterminar o tabaco do agronegócio brasileiro? O contrabando que hoje já representa seis bilhões de reais anuais vai crescer? A sociedade vai parar de fumar? Os países importadores irão parar de importar ou comprarão dos nossos concorrentes? O mal seria o produtor do tabaco ou a consciência do fumante?

Eis uma bela questão, mas aprender com a competência desse setor na gestão da sua cadeia produtiva, isso sim, todos os demais setores deveriam aprender. O mais atacado e perseguido é ele, onde reside a maior competência de administração de toda a sua cadeia produtiva. Não fique furioso, fique curioso!

Sobre o CCAS

O Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados à sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto.

O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico.

Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira. São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos concretos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas.

A agricultura, apesar da sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas, não condizentes com a realidade. É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade. É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa seja colocado à disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça. Mais informações no website: http://agriculturasustentavel.org.br/. Acompanhe também o CCAS no Facebook: http://www.facebook.com/agriculturasustentavel

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

 

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::