A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Instituto Logweb promove encontro para discutir retomada dos negócios

  • Escrito por  Wanderley Gonelli 
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Destinado a executivos das áreas de indústria, logística e tecnologia da informação, o evento acontece no dia 22 de novembro, em Jundiaí, SP, e será a ocasião ideal para trocar ideias sobre como desenvolver as melhores estratégias para lidar com a atual realidade.

“2017: Crescimento selvagem, prepare-se!” é o tema do encontro que o Instituto Logweb de Logística e Supply Chain promoverá no próximo dia 22 de novembro, no Quality Hotel, em Jundiaí, SP.

Estarão reunidos mais de 100 executivos das áreas de indústria, logística e tecnologia da informação, além de representantes de entidades financeiras e renomados palestrantes com expertise no segmento de operações logísticas e de transportes, para discutir o atual e futuro cenários da economia nacional. O objetivo é sugerir propostas de como agir para garantir os negócios nos próximos anos. Afinal, só quem estiver mais bem estruturado irá se sobressair.

Antonio Wrobleski Filho, presidente do Conselho do Instituto Logweb, explica que só há duas convicções em vista à atual situação do Brasil: de que a atual crise não passou – e não vai passar tão cedo – e de que as empresas estão sofrendo absurdamente com falta de dinheiro, de capital de giro, de investimentos e, evidentemente, do bem maior, que é o próprio consumidor. “Pelas análises que fiz com base em encontros com representantes de indústrias e do setor financeiro, é bastante claro que todas as companhias continuarão reduzindo número de pessoal e de faturamento. Há poucos segmentos que possam mostrar pequenas melhorias”, conta.

E daí vem o contrassenso: o PIB este ano vai decrescer entre 3,5% e 4%, com previsão de crescimento para o ano que vem variando entre 0,1 a 0,5%, o que é muito baixo. “Como exemplo, uma grande montadora de automóveis chegou a produzir 700 mil unidades em 2012/2013 e vai fechar esse ano com algo entre 180 e 200 mil, que é um grande decréscimo. No ano que vem, ela prevê produzir algo em torno de 300 a 320 mil. Esse crescimento brutal vai acontecer com todo o mercado: os fornecedores desta montadora também fizeram todas as reduções que tinham de fazer e encolheram. Hoje, estão sem espaço e sem capital para poder voltar a produzir cerca de 50% a mais que neste ano. Esse é um lado do que eu chamo de crescimento selvagem e que vai, com certeza, atropelar qualquer outro planejamento”, salienta.

Segundo Wrobleski, a chave para que as organizações consigam se reposicionar está na busca por eficiência e eficácia. “Parece muito simples de falar, mas é complicado de implementar, por isso eu sugiro a utilização de ferramentas de TI e outras que possam melhorar a gestão das empresas, isso é mandatório em um ambiente hostil, como o que estamos vivendo”, expõe.

O presidente do Conselho do Instituto Logweb conta que o próprio governo está limitado e a iniciativa privada, meio perdida, sem saber para onde ir. “O BNDES, que deve ser um banco de fomento, poderia atuar mais nesse momento, inclusive olhando para a maior necessidade das empresas hoje, que é o capital de giro.”
Espera-se que, através desse evento, o Instituto Logweb consiga ajudar os empresários a desenvolver melhores estratégias para lidar com a atual realidade. O encontro pretende ser bastante interativo, acolhendo as opiniões diferentes e convergentes.

Wrobleski finaliza com um recado: “O mar está revolto para todo mundo. Somente discutindo e debatendo pontos de vista, olhando em conjunto para o futuro próximo, é que teremos mais oportunidade de sairmos dessa situação”.

Programação

Entre os palestrantes e temas abordados, estão: Antonio Wrobleski Filho, presidente do Conselho do Instituto Logweb e sócio-proprietário da AWRO Participações e Logística – “Estratégia e visão. Quanto vale sua empresa? Qual o custo do dinheiro? Onde ele está?”; José Francisco de Lima Gonçalves, economista chefe do Banco Fator – “Perspectivas políticas e econômicas”; Luiz Renato Martins Costa, diretor da GS1 – “Tendências de automação buscando eficiência e redução de custos”; José Soares, diretor comercial da Klabin – “Projeto Puma da Klabin”; Carlos Campos, sócio-diretor da NIMBI – “Solução de gestão de compras”; Paulo Vigna – sócio-proprietário Legal Control – “Conforto jurídico no mercado, cuidado com contratos”; Rodrigo Segalla Uehara, sócio-diretor de Tecnologia da IN Inteligência – “A importância do mercado de business intelligence e analytics e a superação de desafios”; e João Alfredo, sócio-fundador da Corpflex – “Governança corporativa como alavanca do crescimento”.

Serviço

“2017: Crescimento selvagem, prepare-se!”

Data: 22 de novembro de 2016

Horário: das 8h às 18h

Local: Quality Hotel Jundiaí

Endereço: Av. Prof. Maria do Carmo Guimarães Pelegrini, 100 – Jundiaí/SP

Investimento: Até 10/11/16 = R$ 500,00 – A partir de 11/11/16 = R$ 600,00

Realização: Instituto Logweb de Logística e Supply Chain

Informações: www.ilog.org.br

Fone: 11 3964-3744

INSTITUTO LOGWEB

O Instituto Logweb é uma organização sem fins lucrativos voltada para a discussão de soluções e estudo do mercado logístico. Através da realização de encontros, fóruns, seminários e cursos de interesse do universo da logística e transporte, une profissionais de forma a emprestar e dividir seus conhecimentos, aproximando gerações e contribuindo para a efetiva utilização da experiência.

Seu objetivo é ser o canal condutor entre o que o empresário necessita e quem pode ajudá-lo.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

 

Notícias::

Mais Itens::