A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Coletivo Toda Deseo promove debate sobre gênero na periferia de Belo Horizonte

  • Escrito por  Alessandra Brito
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

O grupo vai circular com temporada de No soy un Maricón: O Espetáculo-Festa, que aborda as questões de gênero e preconceito, entre os dias 15 e 28 de outubro

Em seu terceiro ano pesquisa, militância e fazer artístico voltados para o debate em torno das questões de gênero, o Coletivo de teatro Toda Deseo, sediado em Belo Horizonte, alcança novos espaços para ampliar as discussões e buscar mais visibilidade para a causa LGBT. Começa no dia 15 de outubro, no Centro Cultural Pampulha (R. Expedicionário Paulo de Souza, 185 – Urca - BH), às 17 horas, uma nova temporada de No soy un Maricón: O Espetáculo-Festa.

Nessa circulação o grupo vai passar por regionais da periferia de Belo Horizonte e trará acessibilidade com tradução em Libras (Língua Brasileira de Sinais). Os ingressos são gratuitos e podem ser retirados no local 30 minutos antes do início da apresentação.

O grupo também passará pelo Centro Cultural Padre Eustáquio (Rua Jacutinga, 821 - Padre Eustáquio) no dia 21 de outubro, às 20 horas; pelo Centro Cultural Alto Vera Cruz (Rua Padre Júlio Maria, 1577 - Alto Vera Cruz), no dia 22 de outubro, às 18 horas; e pela Casa do Beco (Avenida Arthur Bernardes, 3876 - Santa Lúcia), no dia 28 de outubro, também às 20 horas.

Esta temporada do espetáculo-festa é viabilizada pelo edital Descentra Cultura da Fundação Municipal de Cultura, e atende a um anseio antigo do Coletivo Toda Deseo que é chegar em lugares que ultrapassam as barreiras do fazer teatral, ocupando espaços fora do convencional com linguagens cada vez mais acessíveis.

“Acompanhamos com frequência as crueldades da homofobia, transfobia e do machismo. Queremos estar em lugares diversos, levando informações e buscando novos olhares para o debate sobre gênero”, destaca David Maurity.

PROCESSO CRIATIVO

No soy un Maricón: O Espetáculo-Festa é um espetáculo teatral que trata de questões relacionadas às transformações e a construção das identidades de gênero, utilizando como referência estética as obras fílmicas do cineasta Pedro Almodóvar e suas leituras sobre as travestis, além do uso de elementos da cultura pop: a fantasia dos filmes da Disney, as grandes divas da música nacional e internacional e dublagens de virais da internet. Uma ode ao “universo Trans”, permeado por muita feminilidade, sensualidade, exagero e política.

Para o desenvolvimento do espetáculo em questão, a TODA DESEO se debruçou sobre as experiências de travestis em alguns espaços noturnos da cidade de Belo Horizonte: boates, bares e festas. Emparelhadas a estas figuras, foram abrangidos, durante o processo de pesquisa, outros sujeitos: transexuais, dragqueens, drag kings, genderfucks, transformistas que cada vez mais tem ocupado os ambientes de sociabilização gays.

SINOPSE

Concebido como “Espetáculo-Festa”, No soy un Maricón é construído em formato de um show, dividido em três “pockets shows” que narram a história de quatro travestis e suas trajetórias em busca da fama. A fábula, claramente ficcional, toca em questões caras para a sociedade contemporânea, enfatizando os direitos humanos e a efetividade da democracia.

COLETIVO TODA DESEO

A Toda Deseo é um coletivo teatral mineiro, envolvido com questões relacionadas a identidades de gênero e orientação sexual, dando ênfase nas pautas das pessoas trans.

Transgressoras e encorajadoras, as ações desse coletivo visam garantir a liberdade de expressão e da participação dos sujeitos “trans” na vida social e cultural da cidade de Belo Horizonte. São atos de resistência, inclusão e de luta contra o preconceito.

Entre as ações desenvolvidas pelo coletivo, se encontram as Fechações – criações de intervenções cênico-musicais; a performance “Corpos que não Importam”; o espetáculo teatral “No soy Un Maricón”; e o Campeonato Interdrag de Gaymada. Em 2016 o grupo completa três anos e estreia o espetáculo de rua "Nossa Senhora [do Horto]".

FICHA TÉCNICA

Atores integrantes do coletivo e do espetáculo: David Maurity, Érica Hoffmann, Ju Abreu, Rafael Lucas Bacelar, Ronny Stevens e Thales Brener Ventura

Ator convidado: Fábio Schmidt

Direção: Rafael Lucas Bacelar e Ju Abreu

Coreografias: Ronny Stevens

Programação Visual: Antônio Roque

Técnico de som e luz: Akner Gustavson

Registro fotográfico: Isabella Leite

Assessoria de imprensa: Alessandra Brito

Intérprete de Libras: Gilberth Santos

Produção: Érica Hoffmann

Realização: TODA DESEO

SERVIÇO

No soy un Maricón: O Espetáculo-Festa

Ingressos: Gratuitos (Retirada 30 minutos antes do espetáculo)

15 de Outubro - Centro Cultural Pampulha, às 17h | R. Expedicionário Paulo de Souza, 185 - Urca

21 de Outubro - Centro Cultural Padre Eustáquio, às 20h | Rua Jacutinga, 821 - Padre Eustáquio

22 de Outubro - Centro Cultural Alto Vera Cruz, às 18h | Rua Padre Júlio Maria, 1577 - Alto Vera Cruz

28 de Outubro - CASA DO BECO, às 20h | Avenida Arthur Bernardes, 3876 - Santa Lúcia

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

 

Siga-nos::

 

Notícias::

Mais Itens::