A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Memorial apresenta Jerry Adriani em homenagem aos pais

  • Escrito por  Luiz Carlos Ferraz
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Há seis anos o ídolo da Jovem Guarda não se apresenta na Baixada Santista

Um dos ícones da Jovem Guarda, Jerry Adriani é a atração que a Memorial Necrópole Ecumênica, de Santos, programou para homenagear o Dia dos Pais, no domingo, 14 de agosto. Com sua bela voz e estilo romântico, ele se apresentará às 19 horas, acompanhado de sua banda.

Faz mais de seis anos que não Jerry não se apresenta nas cidades da Baixada Santista. “Sempre fui recebido com muito carinho pelos santistas, é sei que desta vez não será diferente”, afirmou.

Será a primeira vez que estará se apresentando numa necrópole. “Não conhecia o Memorial e fiquei surpreso ao saber que se trata do ‘cemitério mais alto do mundo’ e também pelo trabalho que realiza nas áreas do esporte, cultura e social”, comentou o ídolo da Jovem Guarda: “O dia dos pais sempre será uma data especial para todos nós. Fico feliz em fazer um show nesta data, podendo assim homenagear todos os pais, inclusive o meu”.

Neste retorno ao público santista, Jerry preparou um repertório variado, partindo de sucessos italianos, como “Amore scusami” e “Volare”, recordando clássicos da Jovem Guarda, do tipo “Doce, doce amor”, “Festa de arromba”, “Rua Augusta”, “Vem quente que estou fervendo”, e reverenciando o pop brasileiro, com “Será” e “Monte Castelo”, de Renato Russo.

“Convidamos todos a participar desta viagem pela Jovem Guarda, para homenagearmos os pais com uma atração muito especial”, afirmou o presidente da Memorial, Pepe Altstut: “Será um espetáculo com recordações e saudades, e que certamente encantará os presentes, reafirmando nosso compromisso em divulgar o artista nacional”.

O programa festivo na Memorial terá início às 11 horas com missa celebrada pelo frei Rozântimo Antunes Costa, do Santuário Santo Antônio do Valongo, acompanhado de Célio Peres e banda.

A agenda da tarde começa às 16h30 com missa celebrada pelo monsenhor Francisco Leite, o padre Chiquinho, da Igreja São Judas Tadeu, acompanhado pelo Coral Magna Vox; às 17h30, haverá exibição de Djalma Sperandéo, cover de Tim Maia, e banda, com “Tributo a Tim Maia”. E, às 19 horas, as comemorações serão encerradas com Jerry Adriani e banda.

Toda a programação tem entrada gratuita e acontecerá nos jardins da necrópole. Em caso de chuva, há locais cobertos.

JERRY ADRIANI – Jerry começou sua trajetória artística em 1964, no Rio de Janeiro, com a gravação do primeiro LP “O Italianíssimo”, que era uma coletânea de músicas italianas. O sucesso, contudo, viria alguns anos mais tarde, na esteira do movimento criado a partir do programa “Jovem Guarda”, na TV, apresentado por Roberto e Erasmo Carlos e Wanderléa, e que revelou Cely e Tony Campelo, Sérgio Murilo, Ronnie Cord, Demétrius, Carlos Gonzaga, The Jordans, The Jet Blacks, entre tantos.

“Como em tudo que cresce demais, houve dissidências, e eu fiz parte de um desses grupos dissidentes da Jovem Guarda”, conta Jerry, ao lembrar que passou a apresentar, em parceria com Luiz Aguiar, um programa na TV Excelsior: “Fiz filmes, centenas de shows e participei de outros programas de TV, os mais importantes da época. Ao mesmo tempo, os fã-clubes se espalhavam por todo o Brasil”.

Jerry recorda, com entusiasmo, que a Jovem Guarda influenciou outros movimentos de música, como a própria Tropicália, e gêneros, como o rock nacional e a música romântica: “Chegamos, graças a Deus, a meio século de existência. E também graças ao público fiel e à Imprensa, que continuam abrindo espaço para nós: Ave, Jovem Guarda. A brasa não se apagou”.

DJALMA SPERANDÉO – Com uma potente voz, Djalma Sperandéo parece ter nascido para cantar Tim Maia. Começou na década de 1980, como baterista e cantor, em casas noturnas de Santos, mas foi ao tocar em bandas de alguns ícones da Jovem Guarda, como Jerry Adriani, Wanderley Cardoso e Martinha, que decidiu a carreira solo focado em Tim Maia.

Para homenagear os pais, Djalma cantará os muitos sucessos de Tim Maria, como “Descobridor dos sete mares”, “Não quero dinheiro” e “Azul da cor do mar”.

Além de pesquisar a vida e a discografia do ídolo, Djalma esteve duas vezes pessoalmente com ele, ao final de shows do cantor: no Clube Portuários, em Santos, e no Clube Beira Mar, em São Vicente. Djalma diz que divulgar o legado de um dos mais completos músicos brasileiros é primordial: “Se depender de mim, vou manter a memória de Tim Maia sempre viva”.

MEMORIAL – A Memorial Necrópole Ecumênica está incluída no “The Guinness World of Records”, o livro dos recordes, como a necrópole vertical mais alta do mundo. É também reconhecida pela Associação Internacional de Cemitérios como o mais completo, mais moderno e mais alto empreendimento do gênero no planeta.

Desde a sua implantação, a partir de 1983, a Memorial promove eventos socioculturais em datas especiais, como Dia de Finados, Dia das Mães e Dia dos Pais. Também desenvolve projetos de preservação ambiental e apoia a prática desportiva, incentivando diversas modalidades e colaborando com a qualidade de vida.

Serviço – A Memorial Necrópole Ecumênica está localizada à Av. Nilo Peçanha, 50, no Bairro Marapé, em Santos. Informações pelo telefone (13) 3257.3939, 3226.4900 e 0800.77.0.77.34 (24 horas) ou no site www.memorialsantos.com.br

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

 

Notícias::

Mais Itens::