A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Primeiros passos para futuro promissor

  • Escrito por  Via Pública Comunicação
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Hélcio da Silveira Hélcio da Silveira

O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado no último dia 05 de junho, nos mostra os sucessos e desafios de um país em crescimento, que desperta, pouco a pouco, para a importância de preservar os recursos naturais e desenvolver projetos sustentáveis, em especial voltados a saneamento

Nos últimos quinze anos, vivenciamos e vencemos, dia a dia, os imensos desafios de um país rumo a tornar-se um importante player no mercado global. Se por um lado evoluímos, também constatamos que ainda há muito a ser feito até atingirmos um nível satisfatório de bem-estar para toda a população. Nesta corrida, um dos desafios a ser superado é como crescer de modo sustentável, atendendo aos anseios dos brasileiros e, ao mesmo tempo, preservar o meio ambiente.

O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado no último dia 05 de junho, nos leva a uma reflexão e avaliação positivas nesta área, especialmente, no que concerne ao significativo aumento da conscientização dos brasileiros sobre a importância de preservar os recursos naturais e melhorar o ambiente em que vivemos. Não se pode ignorar, claro, que ainda há um longo caminho a ser percorrido em termos educacionais, financeiros e tecnológicos, mas estas questões seguem o rumo correto.

Diversas medidas e projetos de preservação da natureza vêm ganhando forças em todos os segmentos e já é possível registrar sucessos, seja em pequenos ou grandes empreendimentos. Na área de saneamento, tecnologias foram aperfeiçoadas e evitaram o descarte de bilhões de litros de esgoto em rios e mananciais, inclusive com a possibilidade de reúso da água tratada para fins não nobres, contribuindo – e tornando-se referências no mercado – para a preservação da saúde e melhoria da qualidade de vida das pessoas e do ambiente no qual elas estão inseridas.

Estes fatos são ainda mais relevantes se for considerada a escassez de chuvas enfrentada por diversas regiões do país nos últimos dois anos. Pode parecer pouco, mas demonstram a mudança de atitude de diferentes esferas da sociedade. Empresários e governantes, hoje, preocupam-se mais com o tema e com as questões hídricas e energéticas - que afetam diretamente a vida das pessoas e o desenvolvimento como um todo –, buscando a efetivação de projetos que visam à sustentabilidade, uma resposta clara aos novos anseios sociais de todo o mundo.

Nossas carências são severas. Segundo estudo realizado pelo Instituto Trata Brasil, com base em dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (2014), 82,5% dos brasileiros são atendidos com água tratada, mas somente 48,6% dos lares possuem serviços de esgotamento sanitário e 40% do esgoto é tratado. Esses números são agravados pelo aumento populacional, o déficit habitacional, as deficiências de educação e saúde, áreas interligadas que exigem grande atenção.

As ações necessárias terão efeitos mais precisos, rápidos ou duradouros se forem colocadas em prática pelo conjunto da sociedade. Vale ressaltar que o país conta com tecnologias próprias, que atendem a características tão dispares como as encontradas nas diferentes regiões – urbana e rural -, gerando valor para toda a cadeia de benefícios.

Os esforços públicos e privados tornarão viável a universalização do acesso aos serviços de saneamento básico (água, esgoto, drenagem e resíduos), cujos investimentos previstos entre 2014 e 2033 no Plano Nacional de Saneamento Básico, do Ministério das Cidades, chegam a R$ 508 bilhões. Considerando somente água e esgoto, o valor atinge R$ 303 bilhões em 20 anos. Não é simples e nem se trata de soluções imediatistas, mas os primeiros passos estão sendo dados. As futuras gerações agradecem.

Hélcio da Silveira, Diretor da Mizumo, empresa do Grupo Jacto, que completa 15 anos em 2016 e é considerada referência nacional em projetos de estações compactas para tratamento de esgoto sanitário (ETEs), por oferecer soluções dedicadas para o setor de saneamento básico, que integram tecnologias de ponta e serviços essenciais, adequados a cada tipo de empreendimento.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

 

Notícias::

Mais Itens::